As Dioceses de Bissau e de Bafatá anunciaram, no sábado, o adiantamento pelo segundo ano consecutivo da peregrinação nacional e anual a Cacheu, devido à pandemia do novo coronavírus.

Em comunicado, assinado pelo administrador apostólico da Diocese de Bissau, Dom Lampra Cá, e o administrador Diocesano da diocese de Bafatá, Padre Lúcio Brentegani, a peregrinação foi cancelada porque não existem sinais encorajadores em relação á Covid 19 que encorajam a retoma normal da peregrinação Mariana que junta milhares de pessoas.

Em entrevista a Rádio Sol Mansi, Don Lúcio disse que a Igreja católica tem vindo a cumprir as regras sanitárias contudo o sofrimento devido aos sinais visíveis dos casos da covid-19.

“É um grande sofrimento, mas a situação actual do país não nos encoraja porque o caso está a aumentar”.

Dom Lúcio lembra aos fiéis que esta situação não pode impedir de ter um momento de oração espacial ou cada paróquia organizar eventos semelhantes, porque isso é possível e importante fazer qualquer actividade que nos une em irmandade”.

Contudo a não realização da peregrinação nacional, algumas paróquias realizam a peregrinação interna como o caso da paróquia de Cristo Redentor de Bissau e Nossa Senhora de Natividade de Cacheu.

 

Por: Redação

Escreva à RSM

email 

Entre em contato com a Rádio Sol Mansi.

Continuar

Ajuda RSM

helpContribua para a manutenção dos nossos equipamentos e a formação da nossa equipa.

Ajuda

Questo sito fa uso di cookie per migliorare l’esperienza di navigazione degli utenti e per raccogliere informazioni sull’utilizzo del sito stesso. Leggi di più