O director-geral da Polícia Judiciária (PJ) afirma que a corrupção é um dos factores que comprometem o desenvolvimento e o futuro da Guiné-Bissau, no entanto, a sua instituição está determinada em combater este mal “com toda a perseverança, com toda a dedicação e com todo o empenho”

Bacar Biai fez esta advertência, esta terça-feira (13/06), em Bissau, durante uma conferência de imprensa para tornar pública a operação “Cortar as unhas” que a PJ tem executado para acabar com derrapagens que se verificam no departamento de contribuição e imposto, ligado ao ministério das finanças.

Na ocasião Biai adianta ainda que, neste momento, dois funcionários da contribuição e dos impostos e dois cidadãos comuns estão detidos devido aos fundos públicos.

“Estas pessoas detidas e alguns funcionários desta casa desviam cheques destinados a direcção geral de contribuições impostos para as suas contas privadas”, alerta.

Igualmente, na senda de luta contra a corrupção, a PJ desencadeia a operação “luta verde” que neste momento desenrola contra as farmácias privadas e o Hospital Nacional Simão Mendes porque indícios apontam que alguns medicamentos destinados a uso exclusivo nos hospitais públicos e que neste momentos encontram-se também nas farmácias privadas.

“Uma pessoa a mando de um proprietário da farmácia, como forma de contornar os trabalhos da PJ, apareceu nas nossas instalações com 1 milhão e meio de francos cfa com intuito de corromper os funcionários para que o processo seja cancelado e aquele cidadão acabou por ser detido”, avança.

Informações apontam que no quadro das duas operações “Cortar as Unhas” contra a Direcção Geral de Contribuição e Imposto a PJ conseguiu, até o momento, uma soma de aproximadamente 111 milhões de francos cfa desviados em 2016.

Entretanto, está em curso uma terceira operação a ser levado pela PJ denominada "pensão e reformas" que pretende, junto com o Ministério da função pública, delinear estratégias para regularizar o sector determinando o número exacto das pessoas a receberem reformas e a idade limite dos filhos a benefiarem das reformas.

A PJ diz que existem muitas anomalias neste sector que serão regularizadas.

 

Por: Elisangila Raisa Silva dos Santos 

Escreva à RSM

email 

Entre em contato com a Rádio Sol Mansi.

Continuar

Ajuda RSM

helpContribua para a manutenção dos nossos equipamentos e a formação da nossa equipa.

Ajuda

Subscreva notícias