As três organizações inconformadas com as paralisações das aulas nas escolas públicas projectam uma marcha pacífica, para próxima quinta-feira (8). A manifestação visa também exigir o funcionamento das aulas e publicações das notas nas escolas de formação dos professores

A projecção tornada pública, esta terça-feira (06), pelas organizações académicas e da sociedade civil, nomeadamente, a Federação das Associações dos Estudantes da Escola Superior (FAEESE), o Colectivo das Associações dos Alunos das Escolas Públicas e Privadas (CAAEPP-GB) e o Movimento dos Cidadãos Conscientes Inconformado (MCCI).

Em conferência de imprensa conjunta, o porta-voz da FAEESE, Bacar Mané, garantiu que a reivindicação da quinta-feira (8) terá como ponto forte o boicote do conselho de ministros e, no entanto, acusa o executivo de discutir os assuntos dos seus interesses e dos seus familiares.

“Naquele dia vamos impedir a entrada e saída dos ministros, no palácio do governo”, adverte.

Para, o presidente CAAEPP, Bucar Camara, a manifestação visa exigir do governo o funcionamento das aulas nas escolas públicas e publicações de notas nas escolas de formação dos professores.

Badilé Domingos Sami, porta-voz do Movimento dos Cidadãos Conscientes Inconformado, desafia o ministro da educação a demitir-se das duas funções porque, durante as manifestações, não haverão negociações.

“Se o ministro da educação, Camilo Simões Pereira, não está em condições de superar os trabalhos que demite-se uma vez que não vamos aceitar os mesquinhos de ninguém por isso não negociaremos as exigências”, alertou.

A marcha pacífica projectada pelas três organizações vem no âmbito de sucessível vaga de greves que afectam o sector do ensino guineense devido a reivindicações dos três sindicatos dos professores que reclamam implementação da carreira docente.

 

Por: Elisangila Raisa Silva dos Santos / Marcelino Iambi

Podcast

podcast

Escute quando quiser as emissões da Rádio Sol Mansi.

 

 

 

Ouvir

Escreva à RSM

email 

Entre em contato com a Rádio Sol Mansi.

Continuar

Ajuda RSM

helpContribua para a manutenção dos nossos equipamentos e a formação da nossa equipa.

Ajuda

Subscreva notícias

Questo sito fa uso di cookie per migliorare l’esperienza di navigazione degli utenti e per raccogliere informazioni sull’utilizzo del sito stesso. Leggi di più