Bissau acolhe, a partir desta terça-feira e durante dois dias, a conferência nacional sobre os obstáculos, as potencialidades e soluções para maior participação das mulheres nas esferas de tomada de decisão

O encontro é promovido pela ONG “Voz di Paz – iniciativa para a consolidação da paz na Guiné-Bissau”, no comprimento do projecto caminhar para um novo equilíbrio na Guiné-Bissau, criar espaços para uma verdadeira participação das mulheres na gestão pacífica dos conflitos e na governação.

Na abertura dos trabalhos, Filomena Mascarenhas, directora da Voz di Paz, afirma que objectivo do encontro visa apresentar, aprofundar, validar e hierarquizar os resultados da pesquisa realizada pela “Voz di paz”, fruto de um processo iniciado no início deste ano “com base nas auscultações inclusivas de todas as franjas da população em todo o território nacional”, tendo realçado a contribuição da Radio Sol Mansi – voz de paz na Guiné-Bissau no processo.

Em representação do Fundo das Nações Unidas para a Consolidação da Paz na Guiné-Bissau (UNIOGBIS), Janel Murdock, afirma que o processo utilizado pela “Voz di Paz” no projecto permite uma introspecção profundo na cultura.

Durante o percurso do projecto, a Voz di Paz auscultou cerca de 600 pessoas em todas as regiões do país e em Bissau, sobre os obstáculos e as potencialidades das mulheres para a sua participação nas esferas de tomada de decisão.

 

Por: Elisangila Raisa Silva dos Santos / Amadi Djuf Djalo

Escreva à RSM

email 

Entre em contato com a Rádio Sol Mansi.

Continuar

Ajuda RSM

helpContribua para a manutenção dos nossos equipamentos e a formação da nossa equipa.

Ajuda

Subscreva notícias