A Comissão Nacional dos Combatentes da Liberdade da Pátria não está de acordo com a decisão da corte de dinheiro levado a cabo pelo Governo através do Ministério da Função Pública.

Benjamim Correia membro da comissão afirmou que “ não estamos de acordo com a corte de dinheiro. Se você ganha 300mil, o governo corta e você fica com 70 mil, se ganha 400 mil, cortam para 75 mil é aí que discordamos porque se a pessoa for para reforma com os patentes de Coronel, Tenente-coronel, Major, Alferes há mais de vinte anos chegam um dia para cortar sem criar uma comissão para avaliar ou analisar a sua situação”? questiona.

Por outro lado, Benjamim Correia realça que este encontro “é para informar os nossos associados sobre o encontro que tivemos com o presidente da Republica sobre o referido processo de conhecimento da situação e do número real dos Combatentes da Liberdade da Pátria existentes no país”, para depois garantir que “o presidente da República criou uma comissão para realização deste trabalho para tentar acabar com estas anomalias e mesquinhos por partes dos combatentes que têm problemas pendentes há mais de cinco na Função Pública sem serem resolvidos”, concluiu.

Por: Luciano Carlos jaló

Escreva à RSM

email 

Entre em contato com a Rádio Sol Mansi.

Continuar

Ajuda RSM

helpContribua para a manutenção dos nossos equipamentos e a formação da nossa equipa.

Ajuda

Subscreva notícias