A Camara Municipal de Bissau (CMB) e a Ordem dos Arquitectos da Guiné-Bissau assinaram, esta terça-feira (10), em Bissau, acordo de cooperação que pretende dar um rosto melhor às ruas da cidade de Bissau

A assinatura do acordo vem na sequência dos esforços que estão a ser levados pela CMB que começou com a expulsão das pessoas que se encontravam ao longo das ruas da avenida principal de Bissau na venda ambulante.

Depois da assinatura, o Presidente da Ordem dos arquitectos, Fernando Jorge Teixeira, defende que para promover um planeamento arquitectónico deve-se pensar na repercussão futura na vida dos seus utentes directos onde estão inseridos.

Para o presidente da CMB, Baltazar Cardoso, a assinatura do acordo vai evitar modelos improvisados de construção de casas na cidade de Bissau.

“A partir de hoje, no próximo conselho directivo, os arquitectos devem ter um lugar cativo no conselho técnico. Os arquitectos devem fazer os seus trabalhos e a responsabilidade deve ser chamada”, promete.

O Presidente da Camara Municipal de Bissau diz estar insatisfeito com os modelos de casas que existem na cidade de Bissau em comparação com o modelo utilizado da época colonial.

 

Por: Elisangila Raisa Silva dos Santos / Bíbia Mariza Pereira

Escreva à RSM

email 

Entre em contato com a Rádio Sol Mansi.

Continuar

Ajuda RSM

helpContribua para a manutenção dos nossos equipamentos e a formação da nossa equipa.

Ajuda

Subscreva notícias