Bispo de Mindelo (Cabo-Verde), Ildo Fortes, pede os guineenses para colocarem Deus como fonte de Paz cultivando a dimensão da fraternidade e da harmonia para resolver a actual situação política

Palavras proferidas, este domingo, a sua chegada no aeroporto internacional “Osvaldo Vieira”, para participar na conferência episcopal interterritorial, que começa hoje na Guiné-Bissau e congrega os bispos do Senegal, da Mauritânia, da Guiné – Bissau e do Cabo Verde.

Ildo Fortes diz ainda que os guineenses devem pensar no bem das pessoas “porque isso ajuda a resolver muitas questões”.

“Deus é fonte da Paz e todos queremos expor toda a nossa carga espiritual ao serviço da humanidade e isso não se faz sem humildade e renúncias”, aconselha.

Sobre a conferência, Ildo Fortes diz esperar que o encontro possa fortalecer unidade entre os bispos da região.

“Que a nossa presença possa contribuir ainda mais para reforçar o ânimo da Igreja local. Entre nós existem grandes harmonias e espero que os pontos em agenda que devem ser discutidos possam surtir efeitos e que as orações possam ser bem-feitas”, avança.

Em relação a agenda do encontro que acontece uma vez por ano em países diferentes, Ildo Fortes diz que o encontro também será preenchido com a preparação da exortação para a quaresma que este ano o tema é a volta da promoção do bem comum.

“Outro tema tem a ver com o documento que saiu da Santa Sé e tem a ver com os seminários onde iremos discutir como cada Igreja deverá colocar em prática”, explica.

A conferência episcopal começou, esta segunda-feira, com retiro espiritual e decorre até o próximo dia 18 corrente, os Bispos irão discutir temas ligados a vida da Igreja de Cristo.

A conferência termina coma a celebração dos 40 anos da diocese de Bissau e ainda com a eleição da nova direção da conferência episcopal.

 

Por: Elisangila Raisa Silva dos Santos

Escreva à RSM

email 

Entre em contato com a Rádio Sol Mansi.

Continuar

Ajuda RSM

helpContribua para a manutenção dos nossos equipamentos e a formação da nossa equipa.

Ajuda

Subscreva notícias