Greve: SEM ATENDIMENTOS NECESSÁRIOS, PACIENTES ABANDONAM HOSPITAL PÚBLICO E VOLTAM PARA CASA

Greve: SEM ATENDIMENTOS NECESSÁRIOS, PACIENTES ABANDONAM HOSPITAL PÚBLICO E VOLTAM PARA CASA

A greve na administração pública está a ter reflexos muito negativos no Hospital Nacional Simão Mendes, esta manhã, os pacientes foram obrigados a procurar tratamento médico em outros hospitais porque não estavam a ser atendidos

ORANGE BISSAU DESACATA AS REGRAS E É CONDENADA A PAGAR QUASE 4 BILIÕES DE FRANCOS FCFA

ORANGE BISSAU DESACATA AS REGRAS E É CONDENADA A PAGAR QUASE 4 BILIÕES DE FRANCOS FCFA

O Conselho da Administração da Autoridade Reguladora Nacional das Tecnologias de Informação e Comunicação (ARN) condena a Empresa de Telecomunicação Móvel “Orange Bissau” ao pagamento de mais de três biliões de flancos cfa

UM BAMBARAM PARA O RENASCIMENTO AFRICANO

UM BAMBARAM PARA O RENASCIMENTO AFRICANO

Se é verdade que, como disse Birago Diop, “nossos mortos nunca partiram”, ainda mais – se eu olhar para a dolorosa realidade da Guiné-Bissau hoje com seu triste cenário de “antropologia da raiva” que dura há 45 anos e cresce em força e vitalidade a cada dia – temos uma obrigação moral urgente de...

SOCIEDADE CIVIL QUER MAIOR PONDERAÇÃO DO PRESIDENTE ANTES DA PROMULGAÇÃO DO OGE

SOCIEDADE CIVIL QUER MAIOR PONDERAÇÃO DO PRESIDENTE ANTES DA PROMULGAÇÃO DO OGE

O Presidente do Movimento Nacional da Sociedade Civil para a Paz e Democracia, Fodé Carambá Sanhá, pede maior ponderação do presidente da República na promulgação da lei do Orçamento Geral de estado (OGE)

PRESIDENTE DO STJ DESDRAMATIZA CRÍTICAS EM RELAÇÃO A CORRUPÇÃO NO SECTOR JUDICIAL

PRESIDENTE DO STJ DESDRAMATIZA CRÍTICAS EM RELAÇÃO A CORRUPÇÃO NO SECTOR JUDICIAL

O presidente do Supremo Tribunal de Justiça (STJ), Paulo Sanhá, reconhece que a maioria dos guineenses considera a justiça guineense como corrupta, criadora e facilitadora da impunidade

  • Greve: SEM ATENDIMENTOS NECESSÁRIOS, PACIENTES ABANDONAM HOSPITAL PÚBLICO E VOLTAM PARA CASA

    Greve: SEM ATENDIMENTOS NECESSÁRIOS, PACIENTES ABANDONAM HOSPITAL PÚBLICO E VOLTAM PARA CASA

    Monday, 18 January 2021 14:19
  • ORANGE BISSAU DESACATA AS REGRAS E É CONDENADA A PAGAR QUASE 4 BILIÕES DE FRANCOS FCFA

    ORANGE BISSAU DESACATA AS REGRAS E É CONDENADA A PAGAR QUASE 4 BILIÕES DE FRANCOS FCFA

    Friday, 15 January 2021 13:58
  • UM BAMBARAM PARA O RENASCIMENTO AFRICANO

    UM BAMBARAM PARA O RENASCIMENTO AFRICANO

    Tuesday, 12 January 2021 16:50
  • SOCIEDADE CIVIL QUER MAIOR PONDERAÇÃO DO PRESIDENTE ANTES DA PROMULGAÇÃO DO OGE

    SOCIEDADE CIVIL QUER MAIOR PONDERAÇÃO DO PRESIDENTE ANTES DA PROMULGAÇÃO DO OGE

    Tuesday, 12 January 2021 14:59
  • PRESIDENTE DO STJ DESDRAMATIZA CRÍTICAS EM RELAÇÃO A CORRUPÇÃO NO SECTOR JUDICIAL

    PRESIDENTE DO STJ DESDRAMATIZA CRÍTICAS EM RELAÇÃO A CORRUPÇÃO NO SECTOR JUDICIAL

    Tuesday, 12 January 2021 14:57

O Tribunal Regional de Bissau ordenou, hoje, segunda-feira, a suspensão imediata da deliberação que decretou a perda de mandatos dos 15 deputados da nação da bancada parlamentar do PAIGC.

Sem audiência previa da requerida, bem como ordenada a retirada de quaisquer terceiros dos lugares que, na assembleia nacional popular, são destinados a eles e comunicada ao Comissariado Geral da Polícia de Ordem Pública, através do secretário do estado de segurança, a decisão do tribunal, solicitando a sua colaboração no cumprimento da mesma.

A ordenação surgiu através de um despacho 43/2016 emitido pelo juiz de Direito, Lassana Camará, da vara civil do Tribunal Regional de Bissau, na sequência de previdência cautelar emitido pelo advogado dos três deputados pertencentes a comissão permanente da Assembleia Nacional Popular.

Entretanto deu-se como procedente a providência cautelar intentada pelos deputados Abel da Silva, Adulai Baldé e Amido Keita, isto é, em nome dos 15 deputados do Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC)

Por solicitação do PAIGC, que os havia expulsado da condição de militantes, 15 deputados foram substituídos no Parlamento depois de se terem posicionado contra o programa do Governo, numa deliberação tomada pela comissão permanente da ANP a 15 de Janeiro.

Deste então a situação agravou-se no parlamento e o Presidente tem vindo a promover encontros entre as partes desavindas, assistidos pela comunidade internacional, Sociedade Civil e pela Liga Guineense dos Direitos Humanos.

 

Escreva à RSM

email 

Entre em contato com a Rádio Sol Mansi.

Continuar

Ajuda RSM

helpContribua para a manutenção dos nossos equipamentos e a formação da nossa equipa.

Ajuda

Questo sito fa uso di cookie per migliorare l’esperienza di navigazione degli utenti e per raccogliere informazioni sull’utilizzo del sito stesso. Leggi di più