A Guiné-Bissau registou nas últimas 24 horas 61 novos casos, acumulando neste momento 1.256 casos positivos de coronavírus desde o início desta pandemia no país.

Na actualização diária da situação da pandemia no país, o coordenador de Centro de Operação de Emergência em Saúde Dionísio Cumba, explicou que foram testadas 188 amostras e destes saíram 61 casos positivos.

“ Nas últimas 24 horas, o laboratório nacional de saúde pública, conseguiu testar 188 amostras em dois placas e cada placa com 94 amostras. Para resumir, nestas duas placas, teremos 58 positivos da primeira placa, mais os três positivos de testes inconclusivos completam 61 novos casos que adicionados ao acumulado existente que são 1195, acumulamos assim 1256 casos positivos de coronavírus”, detalhou o médico.  

Em relação aos doentes recuperados, o médico afirmou que mantém-se pelas seguintes razões.

“ Ainda não conseguimos enquadrar melhor as pessoas dados como negativo no segundo e terceira amostra. O clinico está a trabalhar neste momento para poder identificar estas pessoas e associá-las aos seus estados clínicos para podermos ter uma ideia clara, quantas exactas recuperadas. É possível que pode ser 54 recuperados, mas em relação a este dado posso ser claro quando receber informações clínicas”, diz para depois acrescentar que “ o número de óbitos mantém-se em oito”.

O médico que também é presidente de Instituto Nacional de Saúde sublinhou que dos 17 doentes internados no Hospital Nacional Simão Mendes, 9 estão ainda com oxigénio e 5 deles em estado grave.

No hospital de Cumura, estão internadas 22 pessoas, incluindo um recém-nascido de uma mãe infectada com covid-19.

Em África, há 3.787 mortos confirmados e mais de 129 mil infectados em 54 países, segundo as estatísticas mais recentes sobre a pandemia no continente.

Entre os países africanos que têm o português como língua oficial, a Guiné-Bissau lidera em número de infecções (1.256 casos e oito mortos), seguindo-se a Guiné Equatorial (1.043 casos e 12 mortos), Cabo Verde (390 casos e quatro mortes), São Tomé e Príncipe (458 casos e 12 mortos), Moçambique (233 casos e dois mortos) e Angola (77 infectados e quatro mortos).

Por: Nautaran Marcos Có

Podcast

podcast

Escute quando quiser as emissões da Rádio Sol Mansi.

 

 

 

Ouvir

Escreva à RSM

email 

Entre em contato com a Rádio Sol Mansi.

Continuar

Ajuda RSM

helpContribua para a manutenção dos nossos equipamentos e a formação da nossa equipa.

Ajuda

Questo sito fa uso di cookie per migliorare l’esperienza di navigazione degli utenti e per raccogliere informazioni sull’utilizzo del sito stesso. Leggi di più