08
Feb
2017

O presidente do parlamento guineense lança um “vibrante” apelo a classe politica para congregar a volta do projecto que promova reconciliação para pôr o fim na sistemática crise que tem abalado a Guiné-Bissau

Cipriano Cassama, que que falava, esta quarta-feira (08), na abertura do simpósio internacional que decorre sob o lema ““Nó kumpu nó Guiné di amanhã (construamos a nossa Guiné de amanhã) ”, mostra ainda optimista na construção de uma Guiné-Bissau forjada nos valores da paz, da estabilidade política e da concórdia nacional.

“Se outrora o conseguimos hoje também podemos fazer. Basta querelas. Basta crise” pede o líder do parlamento que estava bastante

Já o presidente da omissão organizadora da Conferência Nacional “Caminhos para Paz e Desenvolvimento”, Padre Domingos da Fonseca, disse que o simpósio internacional pretende testar a performance organizativa e capacitar os delegados para a conferência nacional que se pretende organizar no país.

“Este é um momento impar de reflexão construtiva e inclusiva sobre como lidar com o passado para construir a nossa Guiné-Bissau de amanhã”, defende.

Entretanto o antigo presidente da república de transição, Manuel Serifo Nhamadjo, um dos mentores da iniciativa, afirma que o simpósio é uma “antecâmara” das conferências que se realizam, por isso é imperativo que o país reencontre caminhos para a busca do almejado consenso.

“Inspirando no passado para melhor projectar o futuro significa que temos que aprender com os erros do passado para podermos reorganizar a estrutura social, política e económica do país de forma a poder melhor desenvolver os passos futuros”, sustenta.

Com a conferência, que termina no dia sábado, a Comissão para a Organização da Conferencia nacional “Caminhos para Paz e Desenvolvimento” junta mais de duzentas (200) pessoas vindas de todo o país e do estrangeiro para reflexão sobre os problemas guineenses, numa perspectiva construtiva, capaz de reforçar a cooperação e a solidariedade entre as instituições da república.

Por: Elisangila Raisa Silva dos Santos

Questo sito fa uso di cookie per migliorare l’esperienza di navigazione degli utenti e per raccogliere informazioni sull’utilizzo del sito stesso. Leggi di più