28
Aug
2017

 

O presidente honorário da Rede das Organizações Camponesas e Produtores Agrícola da Africa Ocidental ROPPA disse esta segunda-feira (28 de Agosto) que a prioridade da Guiné-Bissau deve ser agricultura e Pesca como outros países da CEDEAO.

A declaração é feita durante um encontro com os membros do conselho de Administração de Quadro Nacional de Concertação das Organizações Camponesas e Produtores Agrícola da Guiné-Bissau, designada Plataforma Nacional Camponesa.

No âmbito de uma visita ao país para avaliar o compromisso assumido pela Guiné-Bissau Mamadu Sissoco admite que pesca, pecuária e agricultura são importantes em cada estado membro da CEDEAO.

«Sabemos que para a Guiné-Bissau como outros países da CEDEAO, tem como a prioridade, a agricultura e pesca por isso em 2004 os chefes de estado lançaram um grande programa agrícola na região».

Entretanto, o 1º vice presente da Plataforma Nacional Camponesa, Caramado Turé, disse que a visita enquadra no âmbito da nova visão que a ROPPA pretende implementar na África ocidental concernente ao desenvolvimento socioeconómico do país.

Durante a sua estada no país manterá encontro com ministro das Fianças e da Agricultura para analisarem a implementação de 10% assumido pelos governos dos países da CEDEAO em 2004.

Por: Marcelino Iambi