O Chefe da divisão dos assuntos sociais e relações públicas do quartel-general das Forças Armadas advertiu a classe castrense a não imiscuir nos assuntos políticos, caso contrário o alvo será castigado conforme gravidade da infracção cometida.

Quintino Napoleão dos Reis fez advertência esta quinta-feira (28/11) durante a visita dos finalistas de 12 faculdades da Universidade Lusófona da Guiné ao quartel-general das forças armadas da Guiné-Bissau.

“Não devemos imiscuir na política. Somos apartidários, não temos partido e nem ala. Portanto, quem violar a lei tem que ser castigado conforme a gravidade da infracção que cometeu, ou mostrando ser indisciplinado, então, o seu lugar é no cemitério, como tinha avisado o chefe do Estado-maior, General Biague Na N´tan”, avisa Quintino.

O responsável disse ainda que, as forças de defesa e segurança vão, assegurar igualmente a segundo volta das eleições presidenciais marcadas para 29 de Dezembro de 2019.

“ Já passou a primeira volta das eleições presidenciais realizadas a 24 de Novembro de 2019, como tinham escutado de um comando único na Defesa e Segurança que foi constituído para assegurar as eleições, de igual modo, vamos fazer na segunda volta marcada para dia 29 de Dezembro deste ano”, assegurou o Chefe da Divisão.

Por: Quina Nhaté

Podcast

podcast

Escute quando quiser as emissões da Rádio Sol Mansi.

 

 

 

Ouvir

Escreva à RSM

email 

Entre em contato com a Rádio Sol Mansi.

Continuar

Ajuda RSM

helpContribua para a manutenção dos nossos equipamentos e a formação da nossa equipa.

Ajuda

Questo sito fa uso di cookie per migliorare l’esperienza di navigazione degli utenti e per raccogliere informazioni sull’utilizzo del sito stesso. Leggi di più