08
Feb
2017

O Sindicato Nacional da Cultura ameaça boicotar o desfile de carnaval deste ano por falta de instalação para continuar os trabalhos porque a direcção da Cultura e dos desportos foi tomada pelo Ministério dos Combatentes da Liberdade da Pátria

Entretanto, esta quarta-feira, numa conferência de imprensa para reagir a esta situação, o Presidente do Sindicato dos homens da cultura, Nicolau Mendes Fernandes, disse a direcção da cultura não teve aviso prévio sobre a mudança do ministério e acusa as autoridades nacionais de uso de forças.

“Iremos boicotar tudo, assim população vai ter conhecimento desta situação. Não foi apresentado nenhum documento que comprova a saída da direcção da cultura e dos desportos. Mudaram a fechadura e não podemos reagir. Vieram com polícias e mandaram retirar a placa da direcção da cultura”, explica o responsável que considera o acto de infantil.

Ainda Nicolau Mendes Fernandes revela que o ministro da cultura está a entabular contactos juntos dos superiores para ultrapassar a situação.

“Se não for resolvido vamos até ao fim porque não temos nenhum gabinete todos os materiais vão para contentor”, adverte

A repórter da RSM constatou no terreno, que na direcção da cultura e dos desportos foram colocadas duas polícias e a placa do ministério dos combatentes da liberdade da pátria foi colocada há dias.

No pátio a RSM viu que foram colocados dois contentores vazios onde deveriam ser colocados os materiais do museu que estavam naquela instituição e até agora são encontram-se espalhados na rua junto com placa da direcção da cultura.

Esta situação acontece numa altura em que faltam 16 dias para o carnaval, a maior festa cultural guineense.   

Por: Elisangila Raisa Silva dos Santos / Bibia Mariza Pereira

Imagem: Bibia Mariza Pereira

Questo sito fa uso di cookie per migliorare l’esperienza di navigazione degli utenti e per raccogliere informazioni sull’utilizzo del sito stesso. Leggi di più