O Bispo da diocese de Bissau diz que no dia da Páscoa evoca-se o começo de um novo mundo fraterno e solidário e é imprescindível não perder a esperança, é absolutamente necessário dar passos firmes e corajosos “não podemos e nem devemos adiar o que podemos fazer para vencer os males que nos afectam”

Dom José Camnaté na Bissing falava, este domingo (16/04), na Sé Catedral de Bissau, durante a celebração da festa de Páscoa que marca a morte e a ressurreição do nosso Senhor Jesus Cristo.

Na celebração do dia o bispo diz que a celebração da Páscoa evoca um novo começo de um novo mundo, no entanto, apela a proclamação com convicção das palavras e dos actos.

“Somos chamados a viver e a testemunhar individual e colectivamente como família de Deus. Procura, cada um, afervorar a sua fé solidificar o seu compromisso tornando-se fermento da vida no ceio de uma sociedade doente. Sejamos Homens novos e portadores da esperança amenos e pelo amor incutamos esperanças a quem desespera”, exorta.

Ainda na sua homilia o bispo de Bissau pede ainda os cristãos para proclamarem com convicção por palavras e actos que “os males que nos afectam” podem ser vencidos ou pelo menos minorados.

O bispo chama atenção aos fiéis sobre as condições de testemunho como sendo uma tarefa de cada um dos fiéis. Segundo ele para que alguém se envolva com a sua palavra e exponha a sua vida para testemunhar seja o que for é preciso que esteja “profundamente” convencido da verdade e da importância do que testemunha.

“Foi o que aconteceu com os apóstolos e com todos quanto ao longo dos séculos tem vindo a perpetuar a memória de Cristo crucificado e ressuscitado. Foram muito os mártires que selarem com o seu sangue a fé que professavam. Se é uma fé viva e sem compromisso integral feliz e comunicativa, nada podemos testemunhar que seja convincente para quem nos ouve e observa”, explica.

Como segunda condição para ser testemunho, o bispo aponta a importância do testemunho colectivo “tarefa de cada”.

Aos que passam fome no mundo, da guerra e males no mundo, Dom Camnaté lembra que Cristo ressuscitado está com eles.

“Que a bênção do Senhor ressuscitado vos encha de bens e vos fortaleça no vosso testemunho e na esperança dos dias melhores”, deseja.

A missa nas Igrejas foi marcada também com baptismos.

Por: Elisangila Raisa Silva dos Santos

Escreva à RSM

email 

Entre em contato com a Rádio Sol Mansi.

Continuar

Ajuda RSM

helpContribua para a manutenção dos nossos equipamentos e a formação da nossa equipa.

Ajuda

Subscreva notícias