BISPO DE BISSAU DIZ QUE “A NOSSA REFERÊNCIA DEFINITIVA E MÁXIMA DEVERÁ SER CARIDADE OU DEUS”

O Bispo da Diocese de Bissau, Dom José Lampra Cá afirma que a referência máxima da humanidade deve ser, em primeiro lugar, a caridade e nunca temer a lógica do mundo.

O Bispo falava esta quarta-feira na Cúria Diocesana de Bissau, à margem da cerimónia do Encerramento da quarta Assembleia -geral Ordinária da Cáritas da Guiné-Bissau, que vinha a decorrer desde ontem, sob o lema: “O Centenário de Dom Settimio Arturo Ferrazzetta, Quadragésimo Aniversário de Caritas Guiné-Bissau, entre o passado e futuro, um presente na Guiné-Bissau”.

Dom José Lampra Cá, na sua mensagem aos participantes desta quarta Assembleia-geral Ordinária da Cáritas da Guiné-Bissau, diz que em caso das pessoas não terem como suas referências máximas a caridade ou Deus, estarão neste mundo como se fosse num inferno.

“A mensagem é de reconforto e sobretudo de ter a certeza de que sendo o discípulo da caridade não vamos ter o medo do mundo, isto é, vamos viver no mundo como os outros, mas a nossa referência será sempre caridade ou Deus, por isso mais uma vez não vamos temer a lógica do mundo e a dinâmica, mas a nossa referência definitiva e máxima deverá ser a caridade ou Deus que nos criou à sua imagem e que durante a nossa estada neste mundo saibamos fazer dele uma referência caso …”, frisou

Ainda o pastor da Igreja Católica para a Diocese de Bissau, diz que após esses dois dias de intensos debates, espera-se que a caridade os sustente com a sua força.

“Como estávamos a falar da Cáritas e já dissemos que é um outro nome de Deus onde depois de vivermos esses dois dias de intensos debates, esperamos que a caridade nos sustente com a sua força e seremos uma espécie de prolongamento desta Cáritas, isto é continuar a fazer as nossas vidas uma vida para os outros e consequentemente sermos o sal da terra e a luz do mundo” concluiu

A Secretária-geral da Caritas Guiné-Bissau, Ana Paula Sanches Miranda considera de positiva, a realização desta quarta Assembleia-geral Ordinária da Cáritas, e diz que aprovaram um Plano Estratégico para 2024/27 que ajudará os mais vulneráveis.

Durante os dois dias, os participantes discutiram e aprovaram o Programa das Atividades da Cáritas, o Plano Estratégico 2024/27 e entre outros.

 

Por: Diana Bacurim

  • Created on .

Escreva à RSM

email

Entre em contato com a Rádio Sol Mansi.

Continuar

Ajuda RSM

helpContribua para a manutenção dos nossos equipamentos e a formação da nossa equipa.

Ajuda

Subscreva notícias

© Radio Sol Mansi
Cookie Policy | Privacy Policy

Questo sito fa uso di cookie per migliorare l’esperienza di navigazione degli utenti e per raccogliere informazioni sull’utilizzo del sito stesso. Leggi di più