O governo da Guiné-Bissau e a Organização das Nações Unidas validaram, esta quinta-feira (08), em Bissau, o relatório sobre como trabalhar em conjunto para o bem-estar da população da Guiné-Bissau

O documento foi discutido no seminário de Validação do Relatório da Revisão Intercalar do Quadro de Parceria entre a Guiné-Bissau e as Nações Unidas para o ano de 2016-2020.

O representante adjunto da ONU na Guiné-Bissau, David McLachlan-Karr, lamenta o facto de nem a Guiné-Bissau e nem a ONU ter assumido a estratégia conjunta.

“A falta do envolvimento estratégico de ambos (Governo da Guiné-Bissau e ONU) contribuem para a falta a apropriação nacional”, sustenta.

O ministro dos negócios estrangeiros da Guiné-Bissau, João Ribeiro Có, admite os constrangimentos e disse que o governo vai colaborar para que seja implementada a estratégia.

“O Quadro Parceria das Nações Unidas - Guiné-Bissau 2016-2020 deve impulsionar maior dinâmica de coesão do comité de pilotagem (estrutura central do instrumento de cooperação) para melhor harmonização do processo”, lembra.

O Quadro Parceria das Nações Unidas - Guiné-Bissau 2016-2020 (UNPAF) fornece a estrutura para prioridades nacionais, tal como definidos na Visão Nacional 2025 e do Plano Estratégico e Operacional 2015-2020 “Terra Ranka”, apresentados na mesa redonda de Bruxelas, em Março de 2015.

Os quatro pilares do UNPAF são a Governação democrática, paz e estabilidade, o Crescimento económico inclusivo, o Desenvolvimento humano e serviços básicos e o Desenvolvimento Sustentável e redução dos riscos de desastre.

 

Por: Elisangila Raisa Silva dos Santos / Iasmine Fernandes

Podcast

podcast

Escute quando quiser as emissões da Rádio Sol Mansi.

 

 

 

Ouvir

Escreva à RSM

email 

Entre em contato com a Rádio Sol Mansi.

Continuar

Ajuda RSM

helpContribua para a manutenção dos nossos equipamentos e a formação da nossa equipa.

Ajuda

Subscreva notícias

Questo sito fa uso di cookie per migliorare l’esperienza di navigazione degli utenti e per raccogliere informazioni sull’utilizzo del sito stesso. Leggi di più