O politólogo guineense diz, que a decisão do Comité Central do PAIGC em reconduzir Cipriano Cassama como presidente de Assembleia Nacional Popular “é a forma de fazer com que ele abdique da sua pertença de candidatar ao cargo do presidente da república”.

Rui Jorge Semedo que falava a Rádio Sol Mansi esta segunda-feira (15) diz que esta decisão do comité central do PAIGC, por outro lado, é a forma de reconhecer a experiência do Cipriano Cassama enquanto deputado da nação.

“ É possível fazer duas leituras nesta decisão: um pelo reconhecimento da sua experiência enquanto deputado e por outro lado é de lhe fazer abdicar da sua pretensão de ser candidato do partido à presidência da República e ao mesmo tempo também é uma forma de recompensar e garantir um lugar como o segundo homem do estado”.

Além da recondução de Cipriano Cassama e da nomeação de líder do APU-PDGB, Nuno Gomes Nabiam, para o cargo do primeiro vice-presidente de ANP, o comité político aprovou também o nome de Dan Iala para 1ª Secretaria e Gabriela Fernandes para 2ª Secretária da mesa de Assembleia.

De acordo com o comunicado que a Radio Sol Mansi teve acesso, o líder do PAIGC, Domingos Simões Pereira, defende a necessidade urgente de criar uma comissão de ética no partido no sentido de manter um quadro saudável e de unidade para escolher candidato ao exercício de cargos públicos.

Relativamente a formação do governo nacional, aprovado pelo Comité Central que é o órgão máximo do partido libertador, Rui Jorge Semedo diz que “o posicionamento do PAIGC é uma perspectiva em minimizar os riscos e fragmentação étnico que cada vez mais visível, no cenário político sobretudo nas últimas legislativas”.

Por: Braima Sigá

Podcast

podcast

Escute quando quiser as emissões da Rádio Sol Mansi.

 

 

 

Ouvir

Escreva à RSM

email 

Entre em contato com a Rádio Sol Mansi.

Continuar

Ajuda RSM

helpContribua para a manutenção dos nossos equipamentos e a formação da nossa equipa.

Ajuda

Questo sito fa uso di cookie per migliorare l’esperienza di navigazione degli utenti e per raccogliere informazioni sull’utilizzo del sito stesso. Leggi di più