O embaixador da china na Guiné-Bissau garante que o alegado desvio do arroz que o seu país doou a Guiné-Bissau não irá afetar relações entre os dois países

O diplomata chinês deu esta garantia, hoje (14), à saída de uma audiência com o Primeiro-ministro, Aristides Gomes, na qual recebeu garantias do início das operações de distribuição dentro de dias.

Jin Hong Jun diz ainda que o assunto já é do conhecimento do governo do seu país garantido que “de forma alguma governo de Pequim vai intrometer-se no assunto que diz respeito às autoridades de Bissau”, mantendo apenas o interesse de aguardar o desfecho do inquérito da Polícia Judiciária (PJ).

Entretanto, o primeiro-ministro, Aristides Gomes, promete retirar confiança a qualquer membro do seu governo que eventualmente o seu envolvimento no desvio do arroz doado pela China venha a ser confirmado.

O caso do “arroz do povo” ainda ganha dimensões e dessa vez envolve troca de acusações entre o primeiro-ministro e o ministro do interior.

 

Por: Elisangila Raisa Silva dos Santos

Podcast

podcast

Escute quando quiser as emissões da Rádio Sol Mansi.

 

 

 

Ouvir

Escreva à RSM

email 

Entre em contato com a Rádio Sol Mansi.

Continuar

Ajuda RSM

helpContribua para a manutenção dos nossos equipamentos e a formação da nossa equipa.

Ajuda

Questo sito fa uso di cookie per migliorare l’esperienza di navigazione degli utenti e per raccogliere informazioni sull’utilizzo del sito stesso. Leggi di più