Os moradores do bairro de Pessak e de Missira estão revoltados com a péssima condição dessa estrada, que condiciona cada pessoa a pagar 250 FCFA por lugar na motorizada que transporta mais de duas pessoas.

O troço vai de entrada de Pessak, na estrada de granja, ao bairro de Pessak. Aquela via, foi cortada recentemente e provocou danos materiais, a população foi negada o direito a transporte de qualidade

Esta sexta-feira, a RSM deslocou aquela localidade e viu que a estrada está em péssimas condições de circulação tanto para pedestres como para as viaturas. Umas das alternativas são táxi, por vezes sem condições, que percorrem a via mas que levam duas pessoas na frente e cinco atrás.

Os populares disseram à RSM que, nos últimos dias foram registados alguns acidentes nesse troço devido ao constrangimento, que levou os motoristas das motorizadas a transportarem três pessoas numa motorizada.

A RSM promete continuar a acompanhar a situação da estrada de Pessak e de Missira. O governo promete reabilitar aquela via mas o facto ainda não aconteceu.

Por: Elisangila Raisa Silva dos Santos / Quina Nhaté

Podcast

podcast

Escute quando quiser as emissões da Rádio Sol Mansi.

 

 

 

Ouvir

Escreva à RSM

email 

Entre em contato com a Rádio Sol Mansi.

Continuar

Ajuda RSM

helpContribua para a manutenção dos nossos equipamentos e a formação da nossa equipa.

Ajuda

Questo sito fa uso di cookie per migliorare l’esperienza di navigazione degli utenti e per raccogliere informazioni sull’utilizzo del sito stesso. Leggi di più