O chefe da missão de observadores eleitorais da CEDEAO reconheceu que os partidos políticos concorrentes as eleições legislativas de 10 de Março comportaram-se de maneira exemplar respeitando as regras de código de conduta.

Kadré Désiré Ouedraogo numa conferência de imprensa esta segunda-feira (11 de Março) para divulgar os resultados preliminares dos observadores sub-regionais, destacou a grande afluência dos eleitores nas assembleias de votos.

“Os partidos políticos e candidatos comportaram-se de maneira exemplar, respeitando assim as leis em vigor que regem o código de ética e conduta adoptado no dia 14 de Fevereiro de 2019. A missão observou um alto nível de participação de mulheres e jovens quer como agentes das mesas de voto quer como eleitores”, diz, para depois afirmar que “na maioria das visitas aos centros dos votos, registou-se a presença de três a quatro agentes eleitorais e que os materiais eleitorais estavam disponível no seu total, a votação começou geralmente entre as 7:00 e as 7:23, com uma boa afluência dos eleitores na abertura da votação, em certas regiões”, diz o chefe da missão.

Por outro lado, afirmou que a sua missão notou que alguns eleitores recenseados não conseguirem votar pelo que adverte aos órgãos gestão de eleições a ultrapassá-lo antes da próxima eleição.

“A Missão registra com satisfação que todos os eleitores recenseados que desejassem votar, poderam exercer o seu direito. Por outro lado, registou-se casos de alguns eleitores detentores de cartão de eleitor cujo nome não figurasse na lista eleitoral. Por consequência desta, convidamos á todos os órgãos de Gestão Eleitoral á tomar medidas necessárias para corrigir este tipo de situações nas eleições vindouras”, acautelou.

A Missão de Observação saúda os esforços feitos pela CNE e por todos os atores políticos para assegurar o bom desenrolar da votação e também apela para que as fases finais de processo, até à proclamação dos resultados finais, sejam abordadas com justeza, abertura e transparência

De referir que a CEDEAO recolheu informações através dos 40 observadores espalhados pelo país para apresentar os resultados preliminares.

A CEDEAO foi uma das organizações que pressionou para a realização destas eleições legislativas, que tentam pôr fim a uma crise política de quatro anos, depois de o Presidente ter demitido o então primeiro-ministro, Domingos Simões Pereira, que contava com o apoio de uma maioria absoluta no Parlamento.

Desde então, foram nomeados vários governos de iniciativa presidencial que não contavam com o apoio parlamentar, criando uma situação de impasse só agora desbloqueada.

Cerca de 762 mil eleitores foram chamados este domingo a escolher 102 deputados ao parlamento, entre 21 partidos concorrentes.

Por: Nautaran Marcos Có

Podcast

podcast

Escute quando quiser as emissões da Rádio Sol Mansi.

 

 

 

Ouvir

Escreva à RSM

email 

Entre em contato com a Rádio Sol Mansi.

Continuar

Ajuda RSM

helpContribua para a manutenção dos nossos equipamentos e a formação da nossa equipa.

Ajuda

Questo sito fa uso di cookie per migliorare l’esperienza di navigazione degli utenti e per raccogliere informazioni sull’utilizzo del sito stesso. Leggi di più