O ministro da Justiça considerou esta quarta-feira (12) de chocante, dor e triste a situação em que se encontra a Polícia Judiciária (PJ) guineense.

Fernando Mendonça falava aos jornalistas depois de visitar as instituições sob tutela do ministério da justiça nomeadamente a Polícia Judiciária, a Interpol, o Gabinete de Informação e Consulta Jurídica assim como a comissão de Direitos Humanos e a Conservatória de Missira.

Mendonça considera que saiu da Polícia Judiciária com dor no coração dada a péssima condição do trabalho.

“ O que vi de chocante nesta visita foi na Polícia Judiciária. Para a dimensão desta instituição judicial, entende-se perfeitamente que é preciso um sentimento de patriotismo elevado para aceitar trabalhar naquelas condições”, diz para depois acrescentar que “ a Polícia Judiciária funciona num edifício inadequado para a natureza do seu serviço”.

Por outro lado Fernando Mendonça prometeu melhorar as condições de trabalho da polícia judiciária no qual considera de inaceitável a condição do trabalho e riscos de vidas que os agentes são sujeitos.

“Queremos garantir que a Policia Judiciaria não vai continuar assim como a encontramos hoje. Não vamos terminar o mandato sem ter uma sede condigna para a Polícia Judiciária (…) podem acreditar que este governo vai fazer de tudo para mudar alguma coisa nesta instituição judicial”, garantiu.

No que refere ao combate a tráfico de droga e corrupção no país, o titular da pasta da justiça considerou de difícil eliminar estes flagelos dada as condições com que a polícia de investigação científica depara. “ Sabemos que o combate ao tráfico de drogas exige meios apropriados porque envolve muito dinheiro”.

De acordo com o ministro, está em manga a decentralização da Polícia de Investigação Científica nas três regiões do país a fim de dar a cobertura nacional, ou seja, combater o tráfico de drogas e corrupção.

Por: Marcelino Iambi

 

Podcast

podcast

Escute quando quiser as emissões da Rádio Sol Mansi.

 

 

 

Ouvir

Escreva à RSM

email 

Entre em contato com a Rádio Sol Mansi.

Continuar

Ajuda RSM

helpContribua para a manutenção dos nossos equipamentos e a formação da nossa equipa.

Ajuda

Questo sito fa uso di cookie per migliorare l’esperienza di navigazione degli utenti e per raccogliere informazioni sull’utilizzo del sito stesso. Leggi di più