A Juventude Africana Amílcar Cabral (JAAC) acusou hoje o governo de estar a brincar com a paciência dos eleitores diante a incerteza na realização das eleições legislativas previstas para 18 do mês de Dezembro.

O Secretário Estratégico para os Assuntos da JAAC, Ussumane Camara, questionou o porquê do país não iniciar o recenseamento uma vez que a data foi marcada.

“Estamos num momento de preparação para as eleições, os que estão a governar o país não tem certeza se as eleições legislativas vão ter lugar no dia 18 de Dezembro o que significa que estão a brincar com a paciência dos eleitores. O PAIGC não vai permitir este tipo de comportamento” afirmou Ussumane Camara.

As acusações da Juventude Africana Amílcar Cabral foram feitas esta quinta-feira durante a abertura dos acampamentos políticos regionais desta organização juvenil do PAIGC.

Em relação a crise social que continua afectar o país, Ussumane Camara afirmou que o fato tem a ver com a incompetência dos atuais governantes do país.

“ O mundo está a enfrentar crise, mas da Guiné-Bissau, não é normal senão, vejamos: produtos de primeira necessidade em Senegal, ou Gambia, são mais baratas mas a da Guiné-Bissau é demais por isso, único nome que podemos chamar isso, é a incompetência dos que estão a governar” acusou.

Perante o cenário que se vive no seio do PAIGC, a Juventude Africana Amílcar Cabral encoraja a união entre os dirigentes desta formação política no sentido de evitar um outro Bolom Conte.

Abertura dos acampamentos da JAAC que terá a duração de dois (2) meses tem com objetivo de resgatar os jovens para ingressar na fileira desta organização será realizada nas diferentes oito regiões do país, inclusive no sector autónomo de Bissau.

Por: Turé da Silva

Escreva à RSM

email 

Entre em contato com a Rádio Sol Mansi.

Continuar

Ajuda RSM

helpContribua para a manutenção dos nossos equipamentos e a formação da nossa equipa.

Ajuda

Questo sito fa uso di cookie per migliorare l’esperienza di navigazione degli utenti e per raccogliere informazioni sull’utilizzo del sito stesso. Leggi di più