GUINÉTEL E GUINÉ TELECOM PODERÃO ESTAR DE VOLTA BREVEMENTE

O governo quer relançar as empresas públicas de telecomunicações, Guinétel e Guiné Telecom, por forma a garantir a gerência das infra-estruturas do país para ter um acesso aceitável da internet.

A garantia foi deixada na abertura da sessão de apresentação e discussão do ponto da situação do processo de relançamento das duas Empresas de telecomunicação pública do país.

Gibril Mané afirma que com a reabertura das portas desta empresa vai permitir cuidar das infra-estruturas do país, como também prestar os serviços da internet num preço mais acessível.

“O que estamos a fazer aqui vai permitir que cada um retire ilações sobre a intenção do governo para com essas duas empresas de telecomunicações que são a Guiné-Telecom e Guinétel, onde a Guiné Telecom passará a gerir as infraestruturas do país como também terá um outro componente que é de prestar os serviços da internet, mas num preço mais acessível”, explica.

Na mesma ocasião, o governante anunciou que nos próximos dias 11 à 14 de Dezembro, vão realizar uma atividade internacional no país, denominada Guiné-Bissau Digital.

“Aproveito a ocasião para anunciar que, já nos próximos dias 11 a 14 de dezembro, realizaremos uma atividade internacional no país, denominada Guiné-Bissau Digital tudo isso visa demonstrar que o país já está no mundo da digitalização”, assegurou.

Durante o encontro que junta diferentes entidades públicas e privadas do país, serão abordados os assuntos em falta nas duas Empresas de telecomunicações nomeadamente Guiné Telecom e Guinétel, para que possam ser cumpridas e serem relançadas no mercado.

Por: Diana Bacurim

  • Created on .

Escreva à RSM

email

Entre em contato com a Rádio Sol Mansi.

Continuar

Ajuda RSM

helpContribua para a manutenção dos nossos equipamentos e a formação da nossa equipa.

Ajuda

Subscreva notícias

© Radio Sol Mansi
Cookie Policy | Privacy Policy

Questo sito fa uso di cookie per migliorare l’esperienza di navigazione degli utenti e per raccogliere informazioni sull’utilizzo del sito stesso. Leggi di più