O Director Nacional da Polícia de Investigação Criminal revelou, esta quarta-feira (12) que a instituição que dirige carece da evolução em conformidade com os congéneres dos países membros da Interpol.

O responsável falava aos jornalistas no âmbito da visita do ministro da Justiça, à instalação do Gabinete Central Nacional da Interpol.

Segundo Melâncio Correia o país ainda não atingiu a sua performance e nível de “standard” como recomenda a organização.

“ (…) Apesar das ferramentas do trabalho estão a ser bem utilizadas, mas carece de evolução em conformidade com outras congéneres dos países membros da Interpol no sentido de atingir seu nível de standard conforme recomenda a organização internacional da polícia criminal”, referiu

Para atenuar a situação, o responsável aponta o esforço interno uma vez que a organização já forneceu algumas ferramentas para apoiar administração da justiça no âmbito de combate aos crimes transfronteiriços

Questionado sobre o suposto aumento de droga no país, Melâncio Correia diz desconhecer o assunto uma vez que a instituição que dirige não foi comunicado sobre o assunto. “ Isso é a questão interna. Tratamos do combate transfronteiriço, portanto ainda não tenho uma comunicação oficial sobre esta matéria”.

A ONU tem relatado nos últimos tempos o suposto aumento de tráfico de droga na Guiné-Bissau e ontem (11) na saída da reunião do Conselho de Segurança Nacional, o primeiro-ministro, Nuno Gomes Nabiam, alertou que a tolerância é zero na luta contra o tráfico de droga, afirmando que o executivo vai evidenciar os esforços para criar as condições necessárias para controlar as bagagens que entra e sai do território nacional.

Por: Marcelino Iambi

Podcast

podcast

Escute quando quiser as emissões da Rádio Sol Mansi.

 

 

 

Ouvir

Escreva à RSM

email 

Entre em contato com a Rádio Sol Mansi.

Continuar

Ajuda RSM

helpContribua para a manutenção dos nossos equipamentos e a formação da nossa equipa.

Ajuda

Questo sito fa uso di cookie per migliorare l’esperienza di navigazione degli utenti e per raccogliere informazioni sull’utilizzo del sito stesso. Leggi di più