Os Profissionais de Saúde da Guiné-Bissau denunciam que continuam a enfrentar escassez de luvas, mascaras e batas descartáveis para intervir nos casos do Coronavírus. Neste momento, segundo a organização que zela pela defesa dos profissionais de saúde, existem mais de 35 profissionais de saúde infectados com a Covid 19

Hoje (22), o Sindicato Nacional dos Enfermeiros e Técnicos de Saúde (SINETSA) promoveu uma conferência de imprensa para exigir o cumprimento dos pontos do memorando assinado com o governo e incluindo o pagamento de salários aos novos ingressos e contratados.

A ocasião serviu para Yoió João Correia, presidente do SINETSA, denunciar que os profissionais de saúde estão actualmente sem mínimas condições de trabalho para fazer face ao coronavírus.

As autoridades sanitárias dizem não ter condições para conseguir manter as pessoas infectadas com o coronavírus e que estão em isolamento nos hotéis do país e por isso, a partir de hoje, todos devem cumprir o isolamento domiciliar.

Instado a falar sobre isso, o presidente do SINETSA disse que seria uma decisão infeliz das autoridades do país e reafirmou que é preciso criar mecanismos consistentes.

O pessoal contratado do Hospital Nacional Simão Mendes está em greve exigindo o pagamento de salários e melhoria de condições laborais

O presidente do SINETSA Yoió João Correia, disse que neste momento o maior centro hospitalar do país que recebe dezenas de infectados pelo coronavírus, está num caus porque a greve abrange o pessoal da limpeza, da manutenção e a segurança.

O presidente do Sindicato Nacional dos Enfermeiros e Técnicos de Saúde e Afins disse ainda que a falta do oxigénio no HNSM deve ser alerta às autoridades nacionais para criação de medidas consistentes do sector da saúde pública.

O Sindicato Nacional dos Enfermeiros e Técnicos de Saúde e Afins disse que é chegada a hora das autoridades nacionais pensarem nas estratégias para melhorar os estabelecimentos de saúde ao nível nacional.

 

Por: Elisangila Raisa Silva dos Santos

Podcast

podcast

Escute quando quiser as emissões da Rádio Sol Mansi.

 

 

 

Ouvir

Escreva à RSM

email 

Entre em contato com a Rádio Sol Mansi.

Continuar

Ajuda RSM

helpContribua para a manutenção dos nossos equipamentos e a formação da nossa equipa.

Ajuda

Questo sito fa uso di cookie per migliorare l’esperienza di navigazione degli utenti e per raccogliere informazioni sull’utilizzo del sito stesso. Leggi di più