O Governo da Guiné-Bissau e a República Popular da China rubricaram, esta sexta-feira, um acordo num montante de 1 milhão e oitocentos mil dólares americanos para aquisição de equipamentos agrícolas.

Após a assinatura do acordo, a secretaria de Estado da Cooperação e das Comunidades, Suzi Barbosa, afirmou que o apoio será muito importante para o projecto agrícola planeado para o país, assim como assistência técnica prevista para dez técnicos especialistas que virão dar formação aos técnicos guineenses para a reabilitação e preservação dos edifícios construídos pela República Popular da China no país.

Suzi Barbosa frisou ainda que "no período 2015-2020", o governo tem um "ambicioso plano de desenvolvimento" e contamos sem dúvida com o apoio da China neste sentido. Neste contexto constitui uma resposta directa ao apelo do governo este donativo hoje entregue pela Republica popular da China", afirmou.

Para o embaixador da China na Guiné-Bissau, Wang Hua, o donativo vai permitir ao povo guineense trabalhar na cultura de arroz.

"Hoje testemunhamos um documento que permite o povo chinês fazer um donativo de máquinas agrícolas que permite o povo guineenses empenhar na cultura de arroz", concluiu o diplomata. 

Este donativo vem na sequência dos compromissos assumidos pelo governo chinês durante a mesa redonda de Bruxelas.

Escreva à RSM

email 

Entre em contato com a Rádio Sol Mansi.

Continuar

Ajuda RSM

helpContribua para a manutenção dos nossos equipamentos e a formação da nossa equipa.

Ajuda

Subscreva notícias