Os Sindicatos dos Professores e o governo sentaram a mesma mesa para negociações com vista a suspensão da greve que deve começar na próxima semana. Á saída os sindicatos prometem reunir e posicionar brevemente porque a negociação não foi como o desejado

A negociação das duas partes está a ser facilitada pelos líderes religiosos e as partes conseguiram chegar ao entendimento mas segundo os sindicatos, o governo não conseguiu cumprir com a sua parte e os sindicatos tinham alertado que o facto poderia romper o acordo assinado.

À imprensa, depois do encontro, Bunghôma Duarte Sanhá, porta-voz dos sindicatos disse que saíram decepcionados com a forma como este último encontro decorreu.

“Estamos tristes porque os Lideres religiosas que estavam a mediar os problemas estavam a ser apunhalados por alguém que procurava como retirá-los os pés no chão. Vamos voltar a nossa sede e em breve vamos pronunciar alguma coisa”

Por outro lado Bunghôma disse que durante a negociação foram surpreendidos com a retirada da carga horária e que foi substituída com subsídio de giz e o facto reverte no salário dos professores.

“Os Lideres Religiosos estão a fazer um trabalho mas há alguém atrás a lançar as pedras”    

Portanto o secretário-geral do Ministério da Educação Nacional confirma que a maior dificuldade durante a negociação está ligada mais à carga horarias.

“Este nível não acabe a nós mas podemos ultrapassar esta situação, portanto o mas importante é a Guiné-Bissau”  

O Porta-voz dos Lideres religiosos, Pastor Carlos Quissanguê, aconselhou o Governo e os sindicatos a cumprirem com os seus deveres.

“Estamos num momento que não vai facilitar no desenvolvimento deste processo”  

Esta é a terceira ronda de negociação mediada pelo governo.

 

Por: Elisangila Raisa Silva dos Santos / Turé da Silva

Podcast

podcast

Escute quando quiser as emissões da Rádio Sol Mansi.

 

 

 

Ouvir

Escreva à RSM

email 

Entre em contato com a Rádio Sol Mansi.

Continuar

Ajuda RSM

helpContribua para a manutenção dos nossos equipamentos e a formação da nossa equipa.

Ajuda

Questo sito fa uso di cookie per migliorare l’esperienza di navigazione degli utenti e per raccogliere informazioni sull’utilizzo del sito stesso. Leggi di più