61 PESSOAS ENVOLVIDAS NO CONFLITO COMUNITÁRIO EM DJAAL JÁ ESTÃO SOB CUSTODIA DA POLÍCIA

O Comissário Nacional Adjunto para os Recursos Humanos da Polícia da Ordem Pública garantiu  hoje que 61 pessoas envolvidas no conflito étnico em Djaal, foram detidas.

O responsável explicou que havia determinação das partes em conflito em continuar a agressão mas devido a presença da força de segurança, sobretudo da Guarda Nacional (GN) e a Polícia da Ordem Pública (POP), não foi possível.

De acordo com Indjabal Dafé, o confronto era entre duas famílias e neste momento a polícia da ordem está a recolher os fatos que levaram ao conflito.

Perante o ocorrido, o Comissário Nacional Adjunto para os Recursos Humanos disse que a polícia apreendeu armas de fogo e armas brancas.

“ Na operação conduzido pelo próprio ministro de interior, conseguimos deter 61 pessoas, apreensão de 4 pistolas, 16 catanas e outros materiais”, afirmou.  

Para evitar possíveis conflitos, Indjabal Dafé disse que o ministério do interior já ordenou a permanência da força conjunta entre guarda nacional e polícia da ordem pública no local.

“ Por causa na natureza do conflito, instalamos uma força mista (guarda-nacional e polícia de ordem pública) para acompanhar o desenrolar da situação”, explicou o responsável.

Por. Marcelino Iambi

  • Created on .

Escreva à RSM

email

Entre em contato com a Rádio Sol Mansi.

Continuar

Ajuda RSM

helpContribua para a manutenção dos nossos equipamentos e a formação da nossa equipa.

Ajuda

Subscreva notícias

© Radio Sol Mansi
Cookie Policy | Privacy Policy

Questo sito fa uso di cookie per migliorare l’esperienza di navigazione degli utenti e per raccogliere informazioni sull’utilizzo del sito stesso. Leggi di più