BAD FINANCIA CONSTRUÇÃO DE PORTO DE BUBA NUM MONTANTE DE 2 MILHÕES DE DÓLARES

O governo através do ministério da Economia e Finanças rubricou esta quinta-feira (1/8) com Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) um acordo de financiamento para a construção de porto de Buba.

O Acordo é sobre realização do estudo de viabilidade para a construção do porto de águas Profundas do Rio grande de Buba.

Depois da formalidade do termo, o ministro da Economia e Finanças, Geraldo Martins, revelou que o acordo é um donativo no valor de 2 milhões de dólares que considera de fundo perdido ou seja o governo da Guiné-Bissau não terá que reembolsar.

“Esta convecção de financiamento tem vários aspectos: o primeiro é um donativo, não se trata de um empréstimo não é dinheiro que o governo da Guiné-Bissau vai reembolsar, mais é fundo perdido e o montante total do financiamento é de 2 milhões de dólares. O dinheiro vai ser utilizado através de uma unidade a ser criada no ministério da energia dos recursos naturais que lançará um concurso internacional para o recrutamento de um gabinete para realização de estudo de viabilidade”, referiu Geraldo Martins.

Martins considerou por outro lado que o Porto de buba é uns dos projectos infra-estrutural mais importante da Guiné-Bissau e mostrou a pretensão do governo para iniciar a construção do porto de buba ainda nesta legislatura.

“O porto de buba é um dos projectos estruturante da “terra ranka” e é porventura o projecto infra-estrutural mais importante da Guiné-Bissau. Estamos muito satisfeitos porque estamos a dar o primeiro passo, por isso a nossa pretensão é iniciar a construção desta obra ainda nesta legislatura”, sublinhou o Ministro da Economia e Finanças.

Para a economista de Bureau de ligação do BAD para a Guiné-Bissau, Cuiabano Simone anunciou novos apoios ao país através do projecto rodovia Quebo-Boké que permitirá a reabilitação deste troço.

“Na próxima semana, iremos lançar projecto rodovia Quebo-Bokue que permitirá a reabilitação dessas rodoviárias importantes para o país e para a integração regional com a carteira actual de 89 milhões de euros principalmente para o sector público. O Banco Africano pretende pelo menos certificar este valor nos próximos cinco anos não só no sector público, mas na participação do sector privado”, anunciou Cuiabano Simone.

A construção do Porto de águas profundas no rio grande de Buba absorverá por completo os 59 mil hectares dos 89 mil hectares que compõem o Parque Natural de Lagoa de Cufada, o maior reservatório de água doce do nosso país e da sub-região.

É também a última rota das Aves migratórias provenientes da Europa do Norte e o primeiro sítio de RAMSAR – levou o nosso país a reunir as condições necessárias para aderir a convenção das zonas húmidas.

Por: Marcelino Iambi

Escreva à RSM

email Entre em contato com a Rádio Sol Mansi.

Continuar

Ajuda RSM

helpContribua para a manutenção dos nossos equipamentos e a formação da nossa equipa.

Ajuda

Subscreva notícias

© 2019 Radio Sol Mansi
Cookie Policy | Privacy Policy

Questo sito fa uso di cookie per migliorare l’esperienza di navigazione degli utenti e per raccogliere informazioni sull’utilizzo del sito stesso. Leggi di più