O Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) anunciou que vai executar o projecto com fundos da União Europeia. A ideia é descentralizar os serviços de a Polícia Judiciária guineense.

Estas informações foram avançadas à Rádio ONU, em Bissau, pelo coordenador dos Projectos da UNODC.

Mário Maia Moreira disse que o apoio deve-se às fronteiras vulneráveis e à existência de mais de 88 ilhas na Guiné-Bissau, “que podem ser exploradas para actividades ilícitas”.

Segundo este responsável "o oeste africano é particularmente afectado enquanto plataforma de trânsito de drogas.

“A Guiné-Bissau, pela sua localização geográfica, é favorável a funcionar como parte desta plataforma. Há apreensões de estupefacientes que são realizadas no aeroporto da Guiné-Bissau”, alerta.

Moreira disse ainda que recentemente foram presos supostos terroristas pela Unidade de Combate ao Crime Transnacional e pela Policia Judiciária na vizinha Guiné Conacri.

O coordenador afirma que os detidos teriam passado pela Guiné-Bissau, “onde ocorre o tráfico humano”. Entretanto, destaca acções realizadas em colaboração com o Senegal.

"As crianças são traficadas com o pretexto de que irão receber uma educação corânica e acabam por ser exploradas na mendicidade. Realizamos um colóquio regional com o Senegal sobre o fenómeno por forma a melhor coordenarmos as acções conjuntas entre os dois países”, denuncia.

A agência da ONU pretende prevenir o crime transnacional e particularmente o tráfico de drogas. Remodelou e equipou a brigada de tráfico humano da Polícia Judiciária guineense. O gabinete trabalha actualmente no aeroporto de Bissau para executar o projecto "Aircop". A iniciativa, que envolve mais de 20 aeroportos do mundo, pretende permitir a comunicação entre o tipo de instalações.

 

Por: RSM / Rádio ONU

Podcast

podcast

Escute quando quiser as emissões da Rádio Sol Mansi.

 

 

 

Ouvir

Escreva à RSM

email 

Entre em contato com a Rádio Sol Mansi.

Continuar

Ajuda RSM

helpContribua para a manutenção dos nossos equipamentos e a formação da nossa equipa.

Ajuda

Questo sito fa uso di cookie per migliorare l’esperienza di navigazione degli utenti e per raccogliere informazioni sull’utilizzo del sito stesso. Leggi di più