18
Mar
2020

O presidente da República declarado pela Comissão Nacional Eleição, Umaro Sissoco Embalo declarou o alerta no país devido a pandemia do Coronavírus que ameaça o mundo, no qual, suspende o conselho de ministros até nova medida.

A decisão tornada pública depois do conselho de ministros desta quarta-feira (18) no palácio do governo que visa delinear as medidas de prevenção ao coronavírus.

Umaro Sissoco Embalo defendeu o envolvimento de todos para a luta do Coronavírus, revelando a suspensão de conselhos de ministros e as escolas, sustentado que o país não está preparado para tal.

“O país está em alerta como é de conhecimento de todos, ameaça é muito mais por isso, devemos mobiliar na luta desta pandemia em que suspendemos a reunião do conselho de ministros até nova ordem e as escolas no qual o país não está preparado para eliminar este inimigo”, sustentou Umaro Embalo.

Embalo falou na suspensão do campeonato nacional assim como outras actividades que aglomeram as pessoas.

“Vamos suspender campeonatos mesmo os jogos de tapadinha, isso nos permitirá poupar a vida a fim de salvar a humanidade por isso a partir desta semana, vamos mobilizar as forças da defesa e segurança incluindo o presidente da República, presidente da Assembleia Nacional Popular e primeiro-ministro para limpeza nacional a fim prevenir o coronavírus”, considerou.

Sobre as dificuldades do país, diz que o estado guineense está a entabular contactos com as autoridades cubanas para ajudar a Guiné-Bissau no combate a pandemia.

“Estamos a falar com a brigada médica cubana que se encontra no país que mostrar disponível assim como autoridade deste país para nos ajudar nesta pandemia do coronavírus também outros países irmãos” assegurou Umaro Sissoco Embalo.

Umaro Sissoco Embalo aconselha aos comerciantes para não dispararem o preço dos produtos da primeira necessidade dada a situação do coronavírus.

“Não é preciso os comerciantes esconder os produtos da primeira necessidade para posteriormente aumentar o preço uma vez que a fronteira será aberta para abastecimento do mercado nacional”, sustentou Embalo.

De referir que na terça-feira o presidente da República, Umaro Sissoco Embalo, tinha declarado o fecho das fronteiras e mercados do país de forma parcial.

Por: Marcelino Iambi

Questo sito fa uso di cookie per migliorare l’esperienza di navigazione degli utenti e per raccogliere informazioni sull’utilizzo del sito stesso. Leggi di più