31
Jan
2018

 

O presidente da República anunciou esta quarta-feira (31 de Janeiro) que o actual governo terá como única missão a criação de condições para a realização das eleições legislativas justas e transparentes.

José Mário Vaz que falava na cerimónia de posse do sexto primeiro-ministro desta legislatura avisou que o chefe do executivo ora empossado é da sua confiança.

«Esse primeiro-ministro é da minha confiança e peço também aos guineenses que depositem a confiança na figura do actual chefe do governo. Devo lembrar ao primeiro-ministro que o seu governo terá como principal missão, senão mesmo a única, criação de condições para a realização das eleições legislativas justas e transparente».

O presidente afirmou que apesar da crise ainda vigente “ é minha convicção que, para além do cumprimento de um procedimento legal, a realização das eleições legislativas dentro do calendário, ou seja quatro anos passados, será um marco cheio de ensinamentos neste processo democrático vivido de 2014 até a presente data”, vincou José Mário Vaz.  

Por outro lado exortou os políticos a colocar o interesse da nação acima dos interesses pessoais, de grupo ou de partidos para depois alertar ao chefe de sexto executivo nesta legislatura de que “ não é tarefa fácil governar o nosso país mas não é de todo impossível pois tudo dependerá da equipa governamental a ser escolhida”.

Entretanto, fez saber que não poupará esforços quando o assunto é consolidar a estabilidade política, garantir o regular funcionamento das instituições democrática e reforçar a transparência na gestão das coisas públicas. “ Sou o primeiro dos inconformados com o actual estado das coisas negativas e serei o ultimo a desistir deste combate. Hoje mais de que nunca, o nosso destino está nas nossas próprias mãos”, avisa.

O presidente reconheceu também que durante quase quatro anos desta legislatura, não conseguiram alcançar as metas traçadas.

«É verdade de que durante este período não conseguimos alcançar todas as metas traçadas com as quais sonhamos e cujo objectivo é melhorar a qualidade de vida de todos os guineenses”, reconhece Mário Vaz.

O Presidente José Mário Vaz nomeou esta terça-feira o antigo chefe da diplomacia guineense Artur Silva novo primeiro-ministro sem ter ouvido o partido vencedor das últimas eleições legislativas, PAIGC.

Por: Nautaran Marcos Có

Questo sito fa uso di cookie per migliorare l’esperienza di navigazione degli utenti e per raccogliere informazioni sull’utilizzo del sito stesso. Leggi di più