O director-geral da previsão e estudos económicos, Tostas João correia disse que as receitas totais e donativos atingiram 16.6 mil milhões de FCF, contra 21.9 mil milhões de FCFA no mesmo período do ano anterior.

Segundo Totas João Correia, esta diminuição tem a ver com decréscimos nas receitas correntes e nos donativos, em 9,2% e 57,3%, respectivamente. “As despesas totais diminuíram em 27,8%, situando-se em 22.5 mil milhões contra 31.2 mil milhões do mesmo período de 2015”, tendo adiantado que a situação prende-se com as diminuições registados nas despesas de capitais em 62,3% e nas despesas correntes em 20,4.

O país faz os seus dados estatísticos sem constar o mercado informal devido a falta de dados.

A União Económica e Monetária da África Ocidental (UEMOA) projecta em 2016 uma taxa do crescimento económico de 7,2%, contra 6,6% em 2015.

“ A aceleração do ritmo de crescimento do ano 2016 se justificará pelo reforço dos investimentos nas infra-estruturas e a boa dinâmica da produção agrícola, industrial e do serviço. A guine Bissau poderá ter a subida económica esperada se a campanha de castanhas de caju for bem-sucedida”, justificou.

A nota foi apresentada esta sexta-feira em Bissau.

Por: Nautaran Marcos Có

Podcast

podcast

Escute quando quiser as emissões da Rádio Sol Mansi.

 

 

 

Ouvir

Escreva à RSM

email 

Entre em contato com a Rádio Sol Mansi.

Continuar

Ajuda RSM

helpContribua para a manutenção dos nossos equipamentos e a formação da nossa equipa.

Ajuda

Questo sito fa uso di cookie per migliorare l’esperienza di navigazione degli utenti e per raccogliere informazioni sull’utilizzo del sito stesso. Leggi di più