A primeira-dama que se encontra ausente do país doou esta quarta-feira (1) quatro mil sacos de arroz a comissão interministerial de acompanhamento e prevenção de COVID-19.

O montante que corresponde cerca de oito toneladas de arroz será destinado as famílias mais carenciadas neste momento difícil que o mundo enfrenta em particular a Guiné-Bissau.

A cerimónia simbólica da entrega do donativo foi presidida pela representante da primeira-dama, Gilda Lobo de Pina, que falou de que maneira este gesto vai ajudar as famílias que precisam neste momento.

“Não basta só tomarmos os medicamentos e cuidados, mas as nossas barrigas também precisam de tratamentos, por isso, pedimos a comissão interministerial que tem a responsabilidade de fazer a gestão e a distribuição deste arroz, para que o faça chegar a todas as famílias carenciadas” disse.

O ministro de saúde, que também é o presidente da comissão, António Deuna, mostrou a sua satisfação com a doação e garantiu que chegará aos seus destinatários.

“ Com a crise que o país enfrenta, oferecer esta quantia de arroz é uma grande satisfação para nós, queremos garantir que este donativo será destinado para o seu fim e não terá nenhum entrave no que desrespeito ao seu uso, por isso, pedimos a outras pessoas de boa vontade que faça o mesmo gesto, para que juntos possamos colmatar a carência da nossa população” enaltece o governante.

A comissão interministerial de acompanhamento e prevenção de COVID-19 ficará encarregue da gestão e distribuição do donativo às familiares consideradas em situação de vulnerabilidade social.

Por: Anézia Tavares Gomes

Podcast

podcast

Escute quando quiser as emissões da Rádio Sol Mansi.

 

 

 

Ouvir

Escreva à RSM

email 

Entre em contato com a Rádio Sol Mansi.

Continuar

Ajuda RSM

helpContribua para a manutenção dos nossos equipamentos e a formação da nossa equipa.

Ajuda

Questo sito fa uso di cookie per migliorare l’esperienza di navigazione degli utenti e per raccogliere informazioni sull’utilizzo del sito stesso. Leggi di più