28
Mar
2018

 

O Presidente da República convidou esta quarta-feira (28 de Março) os guineenses a obterem o novo Bilhete de Identidade que também vai servir do passaporte para viagens nos países da CEDEAO.

O convite de José Mário Vaz vem na sequência da sua curta declaração a imprensa sem direito a pergunta momento depois de fazer o seu novo Bilhete de Identidade da CEDEAO.

“Eu fui convidado pelo ministro da Justiça, para poder dar abertura da impressão do Bilhete da CEDEAO, como estão a ver, neste momento está aberto, eu já tenho o meu Bilhete de Identidade e convido a todos os guineenses para fazer o mesmo”, pediu José Mário Vaz.

O novo Bilhete de Identidade da CEDEAO, que também é o passaporte para os países membros da organização sub-regional vai custar 10.000 FCA.

Os cidadãos nacionais levaram mais de duas semanas sem poder fazer o Bilhete de Identidade, devido a troca do formato do mesmo. O formato do bilhete está a ser contestada pela imprensa nacional e assim como nas redes sociais, porque na frente do bilhete consta o nome da CEDEAO e da Guiné-Bissau no verso.

De acordo com a explicação da directora geral da identificação civil Ilda Tambá na semana passada, entre os três países que já adoptaram este bilhete apenas a Guiné-Bissau é que respeitou as regras adoptada pelos chefes do Governos e dos Estados da organização sub-regional.

A implementação do bilhete de identidade biométrico da CEDEAO visa garantir a segurança dos migrantes.

O surgimento do novo bilhete de identidade implicará a supressão da obrigação de cartões de residência para os migrantes provenientes da CEDEAO nos territórios dos 17 Estados- membros, além das outras regalias enumeradas.

Por: Braima Siga

Questo sito fa uso di cookie per migliorare l’esperienza di navigazione degli utenti e per raccogliere informazioni sull’utilizzo del sito stesso. Leggi di più