Padre Domingos da Fonseca fez estas afirmações, ontem, domingo, ao celebrar a missa de comemoração dos 25 anos da ordenação sacerdotal de o padre Domingos Cá e padre Francelino Nhaga, e pediu a Deus para descer o povo guineense da cruz…

“Este poder diabólico e satânico está a adiar a Guiné-Bissau. Deus Pai desça o filho guineense da cruz. Estamos a ser ameaçados por este poder”, alerta.

Padre Domingos da Fonseca disse ainda que “os cristãos devem ser especialistas de amor e especialistas em tratar bem as pessoas, em fazer de tudo para que uma pessoa esteja bem”.

“Onde existe o amor só prevalece o bem, o desenvolvimento, a compreensão, a aceitação mutua (…) ”, afirma da Fonseca que lamenta por outro lado “o estranho retrocesso” que o país tem enfrentado neste momento, isto depois de ter experimentado um momento e a luz ao fundo do túnel que depois acabou por ser apagada.

“Sonhamos e o poder demoníaco estragou tudo. O sonho é vida e pode se tornar realidade e havia luz no fundo do túnel, todo o mundo estava contente e esperançado e no fim a luz foi apagada. Parece que Deus está em silêncio e não vê, isso não é verdade porque cada um de nós é interlocutor de Deus”, disse.

O presidente da comissão nacional de reconciliação defende ainda que “todos devem ser arquitectos na construção da pessoa humana”.

A Guiné-Bissau enfrenta situações de instabilidade política há quase um ano.

 

Por: Elisangila Raisa Silva dos Santos

Foto: Casimiro Jorge Cajucam

 

Podcast

podcast

Escute quando quiser as emissões da Rádio Sol Mansi.

 

 

 

Ouvir

Escreva à RSM

email 

Entre em contato com a Rádio Sol Mansi.

Continuar

Ajuda RSM

helpContribua para a manutenção dos nossos equipamentos e a formação da nossa equipa.

Ajuda

Questo sito fa uso di cookie per migliorare l’esperienza di navigazione degli utenti e per raccogliere informazioni sull’utilizzo del sito stesso. Leggi di più