O Coordenador da Associação do Clero Diocesano da Guiné-Bissau, Padre Agosto Mutna Tambá, denuncia atos de intimidação após ter publicado uma nota, na segunda-feira, em reação às declarações do presidente da Republica contra o Bispo Don Lampra Cá.

Segundo informações, o Padre Augusto Mutna em princípio deveria estar, esta quinta-feira, em Bissau, mas foi acautelado por seus superiores a permanecer por enquanto na sua diocese (Bafatá) até se esclarecer sobre o assunto.

De acordo com a informação em actualização, desde segunda-feira, já foram três pessoas a ameaçar o padre católico, a maioria por chamada telefónica, mas uma pessoa com perfil no Facebook foi identificado pelo próprio padre Augusto.

A RSM contactou a Liga Guineense dos Direitos Humanos que promete responder dentro de algumas horas sobre mais uma tentativa de violação dos direitos e liberdades de opinião.

Entretanto, na sua publicação, na segunda-feira, padre Augusto Mutna Tambá explica como é escolhido um Bispo, qual o perfil e qual deveria ser a sua implicação no desenvolvimento e no bem-estar social.

Ainda sobre às declarações do presidente da República contra o líder da Igreja, o Movimento Democrático Guineense condena com veemência o comportamento do presidente da República.

O presidente de MDG, Silvestre Alves, afirmou que a vida dos guineenses ficou marcada negativamente com paralisações de sector de saúde e educação, chegada do avião sem explicações e a assinatura do acordo sem nenhum esclarecimento ao povo.

Perante estas situações, Silvestre Alves disse que o presidente da República não tem a competência para exercer o seu cargo justificando que ele não tem a consciência da gravidade dos seus atos.

 

Por: Elisangila Raisa Silva dos Santos / Amade Djuf Djaló

Escreva à RSM

email 

Entre em contato com a Rádio Sol Mansi.

Continuar

Ajuda RSM

helpContribua para a manutenção dos nossos equipamentos e a formação da nossa equipa.

Ajuda

Questo sito fa uso di cookie per migliorare l’esperienza di navigazione degli utenti e per raccogliere informazioni sull’utilizzo del sito stesso. Leggi di più