Há anos as organizações da sociedade civil pedem a intervenção das autoridades nacionais na remoção daqueles lixos na beira da estrada e ao lado do cemitério. Os lixos são diariamente recolhidos pelos moradores locais e que depois são vendidos e por vezes servem de mobílias

Neste momento no local está um tractor que, segundo informações, vai puxar o lixo para mais longe da estrada.

Para os citadinos, ouvidos pelo repórter da Rádio Sol Mansi (RSM), a convivência por vezes torna impossível porque são incomodados com moscas, mosquito e maus-cheiros. A preocupação envolve també o momento da refeição.

A RSM constatou a presença de várias crianças e dos adultos no vazadouro do lixo da Antula incluindo de alguns animais domésticos. Para as pessoas ouvidas pela RSM, o factor da pobreza motiva a prática.

Os moradores de Antula pedem ainda a intervenção urgente das autoridades camararias na remoção dos lixos no vazadouro. A situação está a piorar devido a intensidade da chuva.

O vazadouro de Antula tem constituído preocupação, recentemente foi tomada medida para que o lixo seja deitado alguns metros a mais da berma da estrada mas a medida acabou por cair para água abaixo.

Agora, o lixo cobre até o passeio da estrada de Antula, contudo as casas estão próximas ao local.

Em várias entrevistas à RSM, os responsáveis da Camara Municipal de Bissau prometeram medidas urgentes para mudar no vazadouro para outras zonas no interior do país em local a ser preparado posteriormente.

 

Por: Elisangila Raisa Silva dos Santos / Turé da Silva

Podcast

podcast

Escute quando quiser as emissões da Rádio Sol Mansi.

 

 

 

Ouvir

Escreva à RSM

email 

Entre em contato com a Rádio Sol Mansi.

Continuar

Ajuda RSM

helpContribua para a manutenção dos nossos equipamentos e a formação da nossa equipa.

Ajuda

Questo sito fa uso di cookie per migliorare l’esperienza di navigazione degli utenti e per raccogliere informazioni sull’utilizzo del sito stesso. Leggi di più