02
Sep
2019

Faltam vinte e três (23) dias para o fim do prazo dado para a deposição das candidaturas no Supremo Tribunal de Justiça (STJ) para as presidências de 24 de Novembro próximo que promete ser muito concorrida. Até esta data nenhum candidato depositou a sua candidatura

Até ao momento, segundo uma fonte do Supremo contactado na manhã desta segunda-feira (02), pela Rádio Sol Mansi (RSM), nenhum candidato depositou à sua candidatura.

De acordo ainda com a mesma fonte, contactada pela Sol Mansi, a única movimentação verificada é o levantamento do ficheiro electrónico no gabinete informático do STJ, uma das diligências que devem ser cumpridas de acordo com a lei.

O Supremo Tribunal de Justiça fixou a data de 01 de Agosto a 25 de Setembro corrente para a apresentação das candidaturas às presidências.

Em comunicado divulgado aos órgãos da comunicação social, nos finais de Julho, o Supremo lembrou aos candidatos às presidenciais de que as candidaturas, «sobretudo as independentes» devem ser subscritas por assinatura de um número mínimo de cinco mil cidadãos eleitores, das quais devem figurar residentes em pelo menos cinco das nove regiões do país, e as assinaturas devem ser “devidamente reconhecidas” por notário, com menção do número do cartão do eleitor.

No total, são nove candidatos que já manifestaram a intenção de concorrer às presidências de 24 de Novembro próximo, nomeadamente, o Presidente da República cessante, José Mário Vaz, os três antigos primeiros-ministros, Carlos Gomes Júnior, independente, Domingos Simões Pereira apoiado pelo PAIGC e Umaro Sissoco Embalo pelo MADEM-G15.

Outros concorrentes com intenção de candidatar às presidências figuram o líder da Assembleia do Povo Unido – Partido Democrático da Guiné-Bissau (APU-PDGB), Nuno Gomes Na Bian, Iaia Djalo do Partido da Nova Democracia (PND), Idriça Djaló do Partido da Unidade Nacional (PUN).

Já Mário Serafim da Goia, Vladimir Deuna e Nancy Schwartz, a única mulher até agora na corrida, também pretendem concorrer à presidência da República.

 

Por: Elisangila Raisa Silva dos Santos / Braima Sigá

Questo sito fa uso di cookie per migliorare l’esperienza di navigazione degli utenti e per raccogliere informazioni sull’utilizzo del sito stesso. Leggi di più