O Instituto da Biodiversidade e das Áreas Protegidas (IBAP) E o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) promovem, esta quinta-feira (28), um seminário de lançamento oficial do projeto de Reforço do Quadro Financeiro e Operacional do Sistema Nacional das Áreas Protegidas no País

O objetivo do seminário é de ajudar a equipa do projeto e parceiros a compreender e a apropriar-se das metas dos objetivos do projeto e de finalizar a preparação do primeiro Plano de Trabalho Anual com base no quadro lógico, assim como dos processos técnicos administrativos inerentes á gestão de projeto “GEF-PNB«UD”.

 Na abertura dos trabalhos o diretor-geral do IBAP, Alfredo Simão da Silva, diz que o projeto visa resolver o problema da população sublinhado que existem “melhorias significativas a porta” na gestão e conservação das áreas protegidas.

Dauda Saw, em representação do PNUD, explica que para a implementação do projeto é preciso esforço de todas as partes envolvidas e principalmente da população da zona afetada para contribuir na conservação da mancha da floresta tropical.

Em termo específicos, o projeto espera contribuir para a operacionalização e capitalização da Fundação “Bioguiné” no montante 7.365.248 USD até o final do projeto em 2021 e ainda pretende reforçar a capacidade do IBAP na gestão sustentável do parque nacional de Cantanhez com 952 hectares de superfície, albergando habitats naturais críticos, como a floresta sub-humida mais setentrional da África ocidental.

 

Por: Elisangila Raisa Silva dos Santos / Marcelino Iambi

Podcast

podcast

Escute quando quiser as emissões da Rádio Sol Mansi.

 

 

 

Ouvir

Escreva à RSM

email 

Entre em contato com a Rádio Sol Mansi.

Continuar

Ajuda RSM

helpContribua para a manutenção dos nossos equipamentos e a formação da nossa equipa.

Ajuda

Questo sito fa uso di cookie per migliorare l’esperienza di navigazione degli utenti e per raccogliere informazioni sull’utilizzo del sito stesso. Leggi di più