14
Feb
2018

 

Dois mortos, 61 casos de acidente de viação, 47 agressões físicos e 21 internados são dados revelados nos dois maiores centros hospitalares do país nomeadamente hospital Nacional Simão Mendes e hospital Militar durante os quatro dias de carnaval.

O director de Serviço de Urgência do Hospital Nacional Simão Mendes, Leibniz Bacamé Vaz, disse que número de acidentes aumentou devido acidente de Tchalana.

«Durante os quatro dias de carnaval, deu entrada no serviço de urgência do hospital nacional 35 caso de acidente de viação, 29 de agressão física, dentre quais 18 internados. No decorrer de carnaval ocorreu um caso de acidente na zona de Tchalana que fez com que número de acidentes aumentou».

Por outro lado, revelou que “dos trinta e cinco casos de acidente, 14 ocorreu na estrada que liga Bambadinca e Tchalana e todos foram internados e no mesmo acidente, duas pessoas chegaram ao hospital sem vida”  

Entretanto, nos casos que deram entrada no Hospital Militar não houve nenhum morto.

Segundo o director Clinico Júlio Nanfantché “durante a festa de carnaval, deram entrada no Hospital Militar 26 casos de acidente e 4 foram evacuados para o Hospital Nacional Simão Mendes, devido ao estado em que se encontravam e precisam de cuidados intensivos. Recebemos igualmente 18 casos de agressão física com uma vítima internada.

Por: Bíbia Marisa Pereira

Questo sito fa uso di cookie per migliorare l’esperienza di navigazione degli utenti e per raccogliere informazioni sull’utilizzo del sito stesso. Leggi di più