A Guiné-Bissau vai beneficiar da construção de dois terminais para estacagem de grandes quantidades de combustíveis a serem distribuídas aos países da sub-região.

Os terminais serão construídos em duas zonas estratégicas do país, nomeadamente, Empada e Cumeré.

A informação foi avançada, esta quinta-feira (07), pelo presidente do conselho administrativo da empresa “Tekno Benti”, durante o ato da apresentação pública do projeto aos diferentes membros das instituições do país para interagirem a volta do assunto.

Aladje Boubacar Djalo disse que o objetivo é resgatar os países da África ocidental da crise dos combustíveis.

“O objetivo desse projeto é ajudar os países da África ocidental a terem quantidades de combustíveis suficientes e tirar esses 15 países da crise de combustíveis”, explica.

Em representação do ministério da Energia, Roberto Metcha, afirma que, caso vier a ser implementado, o projeto será benéfico para o país.

“Esse projeto poderá trazer uma grande vantagem para o país uma vez que temos um único local de estacagem e neste momento temos filas longas para a procura dos combustíveis, porque muitas bombas não estão a funcionar. Portanto, com construções desses terminais permitirão com que o país receba quantidades de combustíveis que não ficarão só na Guiné-Bissau mas também serão destruídas a nível da sub-região”, sustenta.  

O projeto em causa é orçado num montante de 337 milhões de dólares e pretende empregar no total de 3 mil pessoas, mas também pretende construir infraestruturas que darão acesso a esses sítios de construção da energia eléctrica.

O projeto foi lançado num momento em que existe escassez de combustível por isso a circulação das viaturas foi reduzida e para conseguir combustível as pessoas são obrigadas a passar a noite nas filas longas.

 

Por: Diana Bacurim

Escreva à RSM

email 

Entre em contato com a Rádio Sol Mansi.

Continuar

Ajuda RSM

helpContribua para a manutenção dos nossos equipamentos e a formação da nossa equipa.

Ajuda

Questo sito fa uso di cookie per migliorare l’esperienza di navigazione degli utenti e per raccogliere informazioni sull’utilizzo del sito stesso. Leggi di più