A Guiné-Bissau vai acolher nos próximos dias 14 a 18 de Abril, o Vº Congresso Internacional da Educação Ambiental dos Países e Comunidades de Língua Portuguesa que vai congregar cerca de quinhentos delegados e decorrerá nas ilhas Bijagós.

A propósito deste encontro, uma equipa da rede lusófona de educação ambiental na Guiné-Bissau deslocou-se este fim-de-semana para ilha de Bubaque, para se inteirar dos preparativos no lugar que vai albergas os delegados de diferentes países no Vº Congresso Internacional de Educação Ambiental.

Em conferência de imprensa que foi antecedida com a inauguração do salão do Vº Congresso Internacional de Educação Ambiental, o ponto focal da rede lusófono na Guiné-Bissau, Fernando Saldanha, assegurou que “o Vº congresso vai ser uma realidade na data prevista em consideração daquilo que constatei no terreno porque todos os hotéis de Bubaque, Bruce e Rubane estão reservados para os delegados”.

Relativamente aos números dos participantes que nos últimos dias tem vindo á aumentar, o ponto focal desta organização ambiental lusófono pede o entendimento aos delegados guineenses sobre o alojamento.

“Últimos dados que temos, significa que já ultrapassamos os números previstos, mas como a política é, trazer as pessoas para o país, quero lançar um apelo aos nacionais como é o hábito dos guineenses, nós vamos residir nas casas privadas ou nas tendas de acampamento e a comissão vai criar as condições mínimas, porque os convidados têm uma diversidade que o país vai ganhar”, explicou.  

Na mesma conferência de imprensa, Fernando Saldanha, realçou o impacto económico que este evento de cinco dias sobre ambiente nas ilhas vai trazer para o país.

“Estávamos a tentar a fazer as contas sobre o alojamento e o consumo diário de todos os delegados. Vimos que, por dia, vamos gastar cerca de 10 milhões de francos CFA, e os delegados estrangeiros vão pagar alguns serviços que vai engordar o cofre de Estado”.

No que diz respeito a segurança, Saldanha diz que “foram criadas todas as condições necessárias nesta área assim como na área da saúde para os delegados”.

O Vº Congresso Internacional de Educação Ambiental dos Países e Comunidades de Língua Portuguesa vai ser presidido pelo Presidente da República na presença dos ministros de ambiente dos países lusófonos assim como da Secretária-executiva da CPLP.

Por: Braima Sigá

Podcast

podcast

Escute quando quiser as emissões da Rádio Sol Mansi.

 

 

 

Ouvir

Escreva à RSM

email 

Entre em contato com a Rádio Sol Mansi.

Continuar

Ajuda RSM

helpContribua para a manutenção dos nossos equipamentos e a formação da nossa equipa.

Ajuda

Questo sito fa uso di cookie per migliorare l’esperienza di navigazione degli utenti e per raccogliere informazioni sull’utilizzo del sito stesso. Leggi di più