A Guiné-Bissau é o primeiro país africano a vencer o prémio no domínio do meio ambiente, organizado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD)

O país conseguiu este prémio através da organização não-governamental (ONG) Tiniguena, enquanto dinamizadora das acções na área protegida das ilhas Urok, no domínio da conservação, preservação do meio e ainda da promoção de um desenvolvimento sustentável dos habitantes

Entrevistado pela Rádio Sol Mansi director executivo da ONG Tiniguena, Miguel de Barros, diz que “a Guiné-Bissau concorreu a este prémio através da experiência da governação participativa na área marinha protegida comunitária das ilhas Urok, que compreende as ilhas de Formosa, Nagô e Tchidingha, onde foi considerado um modelo baseado na solução da natureza a partir do saber tradicional local e que tem o efeito positivo na questão das mudanças climáticas e que pode servir do exemplo para o mundo. Este facto para nós (Tiniguena), é de grande satisfação porque é a primeira vez que o país beneficia deste reconhecimento mas também, é a primeira vez que a África foi reconhecido neste sentido”, explica.

De acordo ainda com Miguel de Barros, “a implementação desta iniciativa nas ilhas Urok, permitiu a regeneração dos recursos naturais destas ilhas”.

Entretanto sobre assunto ouvido pela radio sol Mansi o Biólogo guineenses, Octávio Cabral, igualmente director de serviço da política estratégica ambiental, considera de grande significado o prémio que a Tiniguena conseguiu trazer para África, concretamente a Guiné-Bissau numa altura em que vive das turbulências politicas.

No total, são vinte e dois vencedores da edição deste ano, seleccionados de um grupo de 847 candidatos de 127 países, e vão receber um prémio de 10 mil dólares (5 milhões FCFA), numa cerimónia agendada para Nova Iorque, a 24 de Setembro, durante a secção número 74 da Assembleia Geral das Nações Unidas.

O prémio Equatorial, organizado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento no domínio do meio ambiente existe desde 2002.

Por: Braima Sigá

Podcast

podcast

Escute quando quiser as emissões da Rádio Sol Mansi.

 

 

 

Ouvir

Escreva à RSM

email 

Entre em contato com a Rádio Sol Mansi.

Continuar

Ajuda RSM

helpContribua para a manutenção dos nossos equipamentos e a formação da nossa equipa.

Ajuda

Questo sito fa uso di cookie per migliorare l’esperienza di navigazione degli utenti e per raccogliere informazioni sull’utilizzo del sito stesso. Leggi di più