A Guiné-Bissau figura em terceiro lugar nos países que cumpriram com o rigor da gestão da estrutura de ligação com a Organização Africana de Propriedade Intelectual (OAPI)

A premiação é na margem da sessão ordinária número 58 do Conselho de Ministros do referido órgão.

A distinção é atribuída anualmente as três melhores estruturas nacionais de ligação de 17 países membros da OAPI, incluindo a Guiné-Bissau, Guiné-Equatorial e Guiné-Conacri.

Esta terça-feira (06), durante a visita do ministro da energia, Manuel Serifo Embalo, aquele instituição, o Director-Geral da OAPI, Carlos Sanca, disse que o prémio foi conseguido com esforços próprios porque a Guiné-Bissau não entra com a sua parte financeiramente.

Entretanto, o ministro da energia, Manuel Serifo Embalo, disse a distinção é importante para as actividades desenvolvidas na Guiné-Bissau, mas o Estado continua no incumprimento em relação ao financiamento.

A Guiné-Bissau foi distinguida com medalha de bronze no último conselho de ministros da Organização Africana de Propriedade Intelectual (OAPI).

 

Por: Elisangila Raisa Silva dos Santos

Podcast

podcast

Escute quando quiser as emissões da Rádio Sol Mansi.

 

 

 

Ouvir

Escreva à RSM

email 

Entre em contato com a Rádio Sol Mansi.

Continuar

Ajuda RSM

helpContribua para a manutenção dos nossos equipamentos e a formação da nossa equipa.

Ajuda

Questo sito fa uso di cookie per migliorare l’esperienza di navigazione degli utenti e per raccogliere informazioni sull’utilizzo del sito stesso. Leggi di più