O grupo dos 15 deputados expulsos do PAIGC vai definir o seu futuro político porquanto o tribunal ainda não pronunciou sobre a questão que os opõe a direcção do maior partido político do país.

Esta informação foi avançada esta sexta-feira pelo porta-voz do grupo Tomás Gomes Barbosa que adianta que na reunião da definição do futuro político, será analisada a criação de um instrumento político sem desmistificar se, se trata de um partido politico.

“Chegamos a um entendimento de que devemos ter uma estratégia para fazer face aos desafios vindouros. E nesta ordem de ideia, realizámos amanhã uma reunião para tomar uma decisão sobre o nosso futuro enquanto maior parte do elemento do grupo foi expulso e suspenso e não podemos ficar dependente da situação judicial”, explica o porta-voz

Sem querer anunciar o verdadeiro motivo da reunião do grupo amanhã, Tomás Barbosa afirmou que futuras alianças com Partido da Renovação Social será analisado igualmente na mesma reunião, tendo sublinhado que “ as futuras alianças e estratégias eleitorais serão conhecidas igualmente no encontro de sábado”.

Tomás Barbosa disse que recente congresso segregador do PAIGC foi realizado num total desacato às decisões do tribunal.

Por: Nautaran Marcos Có

Podcast

podcast

Escute quando quiser as emissões da Rádio Sol Mansi.

 

 

 

Ouvir

Escreva à RSM

email 

Entre em contato com a Rádio Sol Mansi.

Continuar

Ajuda RSM

helpContribua para a manutenção dos nossos equipamentos e a formação da nossa equipa.

Ajuda

Subscreva notícias

Questo sito fa uso di cookie per migliorare l’esperienza di navigazione degli utenti e per raccogliere informazioni sull’utilizzo del sito stesso. Leggi di più