O Governo, o Programa Alimentar Mundial (PAM) e os seus parceiros procederam esta quinta-feira (07 de Setembro) o Lançamento de Estudo sobre Custo Económico da Fome e da Malnutrição na Guiné-Bissau.

O acto de lançamento foi presidido pelo ministro de Estado da Economia e das Finanças João Aladje Mamadu Fadiá que na sua comunicação afirmou que falar do custo da fome “ é falar das causas que não permitem ter vidas saudáveis, activos, produtivos, solidários, viver em paz e ter uma vida feliz. É pois, nesta óptica que se enquadra este estudo no qual esperam resultados que vão não só permitir ter conhecimentos mais actualizados mais consistentes, mas também facilitar inovações, seguimentos e avaliações no combate da luta contra a fome e a malnutrição no país. O engajamento do governo neste projecto é total e firme”. 

Para a representante do PAM no país Kiyomi Kawaguchi o país que precisa de políticas apropriadas em relação a luta contra a fome e a malnutrição, tendo depois convidado a todos os parceiros a multiplicar investimentos sustentáveis na área do ganho rápido que é a nutrição. “Vamos juntos conquistar a desnutrição e contribuir para o objectivo sustentável do desenvolvimento e melhorar a nutrição de todos. Tomamos acções do nosso mal. Começar a mudar as vidas das crianças e alimentar os seus sonhos. Ninguém quer ver as crianças sofrer da desnutrição e das doenças consequentes mas dos seus sorrisos sempre”, enfatizou.

Entretanto, a directora de serviço de malnutrição do ministério da saúde, Ivone Menezes reconheceu que este acto tem grandes vantagens para o ministério da saúde pública, “porque vai-nos ajudar a perspectivar as nossas actividades, a melhorar a nossa intervenção e melhorar também em termos financeiros pelos parceiros porque os parceiros a partir deste estudo, já vão puder saber e escolher em que podem intervir e apoiar”, reconhece.

De referir que a Guiné-Bissau é o décimo sétimo país a realizar o estudo, em estreita parceria com a Comissão da União Africana e a Nova Parceria para o Desenvolvimento Africano, financiado pela União Europeia e apoiado pelo PAM e pelo Comissão económica das Nações Unidas para a América Latina e Caraíbas.

Por Luciano Carlos Jaló

Podcast

podcast

Escute quando quiser as emissões da Rádio Sol Mansi.

 

 

 

Ouvir

Escreva à RSM

email 

Entre em contato com a Rádio Sol Mansi.

Continuar

Ajuda RSM

helpContribua para a manutenção dos nossos equipamentos e a formação da nossa equipa.

Ajuda

Questo sito fa uso di cookie per migliorare l’esperienza di navigazione degli utenti e per raccogliere informazioni sull’utilizzo del sito stesso. Leggi di più