13
Mar
2020

Até nova instruções contrárias, partir de ontem (12 de Março), o governo suspendeu ao nível nacional todas as actividades que podem criar grandes aglomerações das pessoas.

A decisão saiu do último conselho de ministros e visa a prevenção contra o coronavírus que já atingiu maioria dos países da África inclusive a vizinha república do Senegal.

O governo de Nuno Nabiam, no seu comunicado de conselho de ministros, instrui o Secretario de Estado da Comunicação Social no sentido de diligenciar, junto dos órgãos de Comunicação Social estatais, a divulgação de anúncios sobre gravidades e forma de prevenção da pandemia de coronavírus.

Na entrevista, esta sexta-feira (13 de Março), com a Directora Regional da Saúde, Quinta Nupes Vieira Jaló, considera que na sequência da decisão do governo o Ministério da Saúde tem que enviar cartas às diferentes instalações no sentido de suspender todas actividades incluindo as casas nocturnas.

“Penso que as discotecas estão incluídas no grupo de aglomeração e se o governo tirar decreto igualmente tem que tirar uma carta e enviar às instalações para informar do teor. A pandemia do coronavírus não está a mostrar que vai acabar e agora o nosso vizinho já confirmaram os casos”, sustenta.

A responsável disse ainda que deve-se reforçar o combate porque a Guiné-Bissau não terá condições que outros países têm para fazer face à doença.

“O melhor é evitarmos a entrada”, enfatiza.

Quinta Jaló lembra que todas as actividades de aglomeração devem ser suspensas principalmente toca choro que intensifica a partir deste mês até o fim da época chuvosa.

Para o combate a pandemia do Coronavírus, uma equipa de resposta rápida continua instalado no Aeroporto Osvaldo Vieira e nos Portos do país para diagnosticar os passageiros e a mesma equipa procede ao controlo domiciliar dos passageiros provenientes dos países afectados.

 

Por: Elisangila Raisa Silva dos Santos / Bíbia Mariza Pereira

Questo sito fa uso di cookie per migliorare l’esperienza di navigazione degli utenti e per raccogliere informazioni sull’utilizzo del sito stesso. Leggi di più