Dia internacional da paz: POLITÓLOGO AFIRMA QUE DEMOCRACIA ESTÁ SEQUESTRADA NA GUINÉ-BISSAU

O politólogo guineense, Rui Jorge Semedo, afirma que a democracia está a ser confrontada com resistências por parte dos atores políticos, em relação “a aceitação das regras do jogo”.

Rui Jorge Semedo que igualmente é o comentador dos assuntos políticos da Rádio Sol Mansi falava hoje, no dia em que se comemora o Dia Internacional da Democracia, e onde os países são recordados de assinatura da Declaração Universal da Democracia, que aconteceu há 26 anos.

Rui Jorge Semedo sustenta a sua teste afirmando que a democracia está sequestrada no país, e, um dos entraves apontados por ele são os sucessíveis golpes de estado, e o incumprimento das normas democráticas.

“No período de 1994, que foi o momento das primeiras eleições realizadas no país à esta parte, temos 04 golpes de Estado em pleno regime democrático e temos outras manifestações que em língua popular são conhecidos como intentona, e além disso temos crises político-institucionais que as vezes resultam quer na demissão do governo, da dissolução do parlamento, nas mexidas irregulares nos diferentes órgão de soberania e na influência de determinados poderes no funcionamento de outros poderes”, sustenta o analista político.

Como forma de mudar esta tendência negativa para o país, Rui Jorge Semedo aponta a compreensão estruturada e da forma como a democracia é baseada, no cumprimento dos princípios da legalidade por parte dos órgãos da soberania.

Para assinalar a comemoração deste dia, as Nações Unidas enfatizam o papel dos jovens em relação a democracia para a justiça climática, e aponta os jovens como futuros guardiões da democracia.

Rui Jorge Semedo disse ainda que a situação democrática na Guiné-Bissau torna o ainda mais preocupante, tendo em conta as alterações democráticas verificadas na África.

Instado a comentar esta situação, o comentador dos assuntos políticos na RSM sublinha que este posicionamento é estratégico das Nações Unidas, “sobretudo para chamar a atenção das nações ainda com dificuldades para entrar nos trilhos da democracia particularmente as nações africanas e no caso específico da Guiné-Bissau, onde a juventude e as mulheres estão a quem das oportunidades que merecem dentro de toda a dinâmica politico-democrática”.

Celebra-se, hoje, o Dia Internacional da Democracia, estabelecido pela Organização das Nações Unidas, em 2007 para recordar a assinatura da Declaração Universal da Democracia, que aconteceu em 1997.

 

Por: Elisangila Raisa Silva dos Santos

  • Created on .

Escreva à RSM

email

Entre em contato com a Rádio Sol Mansi.

Continuar

Ajuda RSM

helpContribua para a manutenção dos nossos equipamentos e a formação da nossa equipa.

Ajuda

Subscreva notícias

© Radio Sol Mansi
Cookie Policy | Privacy Policy

Questo sito fa uso di cookie per migliorare l’esperienza di navigazione degli utenti e per raccogliere informazioni sull’utilizzo del sito stesso. Leggi di più