A presidente do Conselho Nacional das Mulheres disse esperar que haja estabilidade e que a situação política vigente no país se estabilize.

Zinha Vaz que falava esta sexta-feira (13 de Abril) após um encontro do conselho com presidente da República disse igualmente que como mulheres sentiram que a situação está cada vez mais preocupante.

«Esperamos nós e todos estamos ávidos que a situação se regularize no país e que haja estabilidade e nós todas as mulheres preocupadas com o prolongamento desta instabilidade, oferecemos mais uma vez por todas, as vias o que podemos fazer na resolução, estamos dispostas. Como mulheres e como mães, sentimos que a situação está cada vez mais preocupante», afirma a presidente do Conselho nacional das Mulheres.

Por outro lado, sublinhou que comunicara o presidente da criação do conselho e da intenção da realização do fórum já no próximo mês de Maio, tendo adiantado que “ o encontro serviu para inteirarmos da situação politica e pensamos que com o regresso do presidente da Republica da Cimeira extraordinário da CEDEAO, podemos ter mais informações”, explica.

De referir que o Conselho Nacional das Mulheres foi criada no passado mês de Março.

Igualmente o presidente da Republica recebeu em audiência a nossa direcção do movimento da sociedade civil que entretanto não prestou nenhuma declaração.

 

Por: Nautaran Marcos Có

Podcast

podcast

Escute quando quiser as emissões da Rádio Sol Mansi.

 

 

 

Ouvir

Escreva à RSM

email 

Entre em contato com a Rádio Sol Mansi.

Continuar

Ajuda RSM

helpContribua para a manutenção dos nossos equipamentos e a formação da nossa equipa.

Ajuda

Subscreva notícias

Questo sito fa uso di cookie per migliorare l’esperienza di navigazione degli utenti e per raccogliere informazioni sull’utilizzo del sito stesso. Leggi di più